O que Fazer em Goiás Velho com Crianças

    20
    473

    A cidade de Goiás, também conhecida como Goiás Velho, foi fundada no século 18, sendo o primeiro núcleo urbano em território goiano. Foi capital do Estado até meados da década de 30, época em que houve a transferência da capital para Goiânia.  No ano de 2001 a cidade foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural Mundial pela UNESCO.  

    A cidade está localizada a 145 km de Goiânia. Em um dia você consegue conhecer os principais pontos turísticos da cidade. A melhor forma de conhecer a cidade é caminhando por suas ruas de pedras, cheia de casarões coloniais. 

    Eu e 8 mães de amiguinhos do meu filho resolvemos fazer um passeio diferente. Nos unimos, reservamos um ônibus e fomos passar o dia das crianças na cidade. Foi muito divertido e eles aproveitaram muito! Saímos de Goiânia às 7:30 e chegamos em Goiás às 10:30. Vejam o que fizemos na cidade:

    onibus

    Praça do Coreto

    Começamos nosso passeio pela Praça do Coreto, que foi construído na década de 1920. Na parte de baixo do coreto funciona hoje uma sorveteria. É claro que as crianças experimentaram e tomaram muitos picolés. Também aproveitaram para correr e brincar na praça. 

    Grande parte das atrações turísticas da cidade fica nesta redondeza. De lá seguimos para a Casa da Cora Coralina. 

    reduzida-coreto

     Centro de Atendimento ao Turista

    No Cetro de Atendimento está exposto um farricoco, símbolo da maior festa religiosa da cidade, a Procissão do Fogaréu. Lá também algumas bancas vendem artesanato local.  

    A Procissão do Fogaréu é uma tradição na Cidade de Goiás desde 1745. Na Semana Santa, cerca de 40 homens encapuzados, os farricocos, representam os soldados romanos carregam tochas simbolizando a procura e prisão de Cristo. 

    reduzida-mascarado

    Museu Casa de Cora Coralina

    Esta é sem dúvida a principal atração da cidade. Fizemos uma visitação guiada na casa de Cora Coralina, ou melhor Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas. Começamos nossa visita pela cozinha, onde ela fazia seus doces, passamos pelos quartos, vimos vários objetos pessoais, suas roupas, livros, máquina de escrever, manuscritos, entre outros. Também soubemos um pouquinho da história da andarilha Maria Grampinho, que perambulava pela cidade carregando sua trouxinha. Conhecemos o porão onde ela dormia na casa de Cora.

    A guia conhecia muito bem toda a história e soube passar muito bem seu conhecimento. Mas, fiquei decepcionada com o despreparo para receber os turistas. A guia foi muito mal educada e às vezes até grosseira. “Pediu” que esperássemos do lado de fora do museu a nossa vez. Acho que não são preparados para receber crianças. Também nos foi dito que era proibido filmar e fotografar dento do museu, e que se fizéssemos isso seríamos processados pela família da Cora.

    Bom, o passeio no museu foi bem proveitoso e as crianças aprenderam bastante. Mas, pelo fato de ser um dos museus mais visitados do Estado, deveria ser melhor preparado para receber os turistas.

    reduzida-casa

    Endereço: Rua Dom Cândido n. 20, Centro

    Visitação: de teça à sábado das 9 às 16:45 e domingos/feriados das 9 às 15 hs.

    Valor: R$ 8,00

    Site: Museu Cora Coralina

    Palácio Conde dos Arcos

    É um Palácio de arquitetura barroca, e leva o seu nome em homenagem ao primeiro governador da então capitania de Goiás, Dom Marcos de Noronha, conhecido com Conde dos Arcos. É possível fazer uma visita guiada no local e conhecê-lo por dentro. 

    Não tivemos esta sorte, pois no dia em que fomos estava fechado. Ficamos muito chateados, pois eu tinha ligado alguns dias antes e me confirmaram que o Palácio estaria aberto para visitação. As crianças ficaram decepcionadas, pois chegamos lá e não pudemos visitá-lo. Somente, vimos por fora. 

    Se quiser visitar o local, sugiro que ligue antes, para não perder a viagem. 

    img_20161012_121224391_hdr

    Endereço: Praça Tasso Camargo, nº 1 – Centro

    Telefone: (62) 3371-1200

    Horário de Funcionamento: De terça a sábado das 8 às 17 e domingo das 8 às 13 horas – confirmar antes de visitar

    Igreja Nossa Senhora do Rosário

    A igreja foi construída no ano de 1734. Em seu interior podemos ver pinturas da década de 50 feitas por Frei Nazareno Confaloni, responsável pelo início do modernismo em Goiás. 

    Não ficamos muito tempo na igreja, pois as crianças fizeram a maior bagunça. Mas saímos da casa da Cora (primeira foto da direita e fomos caminhando até a Igreja. Pela foto dá para ver que fica bem pertinho. 

    reduzida-goias

    Balneário Santo Antônio 

    Funciona na cidade de Goiás há mais de 35 anos, e é um passeio para amantes de ecoturismo. Possui 9 piscinas, sendo 8 aquecidas, um toboágua, tirolesa, trenzinho, trilhas no meio da natureza, rio e muito, muito verde. Para quem gosta de acampar, também é possível. 

    É possível comprar o ingresso para passar o dia no clube por R$ 25,00 ou R$ 40,00 com direito a almoço. Compramos o ingresso com almoço. A comida era caseira, feita no fogão a lenha e estava uma delícia. 

    reduzida-santo-antonio

    As crianças se divertiram muito, foram em todas as piscinas e desceram inúmeras vezes no toboágua. 

    Depois do almoço fizemos o passeio de trenzinho. As crianças gostaram tanto que andaram umas cinco vezes seguidas, isso se não tiver sido mais. O treniznho dá uma volta por uma trilha no meio da natureza, e de vez em quando dá umas arrancadas, o que faz as crianças vibrarem. 

    reduzida-trem

    Pagamos R$ 10,00 por criança para descer na tirolesa, e foi uma emoção só. Todos adoraram, até os dois que quase desistiram de descer. 

    reduzida-tirolesa

    Para as crianças a ida ao Balneário foi a melhor parte do passeio. Adoraram! Nem preciso dizer que saíram da piscina chorando, pois não queriam ir embora. 

    Endereço: GO-070 km 5, Zona Rural

    Horário de Funcionamento: De terça a domingo, das 9 às 18 horas

    Valor: R$ 40,00 o day use com almoço – consultar antes. 

    Site: Balneário Santo Antônio

    Estava em nossos planos visitar o Museu das Bandeiras e o Museu de Arte Sacra da Boa Morte, mas como era feriado, fechavam às 13 horas. Como não deu tempo, fica para uma próxima vez. Mas aí vão dicas sobre os dois locais. 

    Museu das Bandeiras

    Foi construído em 1766 e lá funcionava a cadeia da cidade e a Casa de Câmera. Em 1949 a antiga cadeia foi desativada e transformada em museu. Nele estão reunidos objetos de arte sacra, móveis, vestuário, armas e outros utensílios. Lá também está exposta a Cruz do Anhanguera, que foi deixada por Bartolomeu Bueno da Silva nas margens do Rio Paranaíba. 

    bandeira2

    Foto tirada do Site Araraúna Turismo

    Endereço: Praça Dr. Brasil Ramos Caiado (Praça do Chafariz), Centro. 

    Visitação: De terça a sexta das 9 às 12 e das 13 às 17, sábados das 13 às 17 e domingos e feriados das 9 às 13 horas. 

    Museu de Arte Sacra da Boa Morte

    O Museu funciona dentro da antiga Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, que está hoje desativada e exibe imagens esculpidas pelo Aleijadinho Goiano – José Joaquim da Veiga Valle. 

    goiasFoto tirada do site Cadernos do Patrimônio                                                      

    Endereço: Praça Marechal Castelo Branco s/n, Centro

    Visitação: De terça a sábado das 9 às 17 e domingo e  das 9 às 13 horas. 

    10 Melhores Atrações de Goiás de Acordo com o Site TripAdvisor 

    1. Museu Casa de Cora Coralina
    2. Centro Histórico de Goiás
    3. Palácio Conde dos Arcos
    4. Museu das Bandeiras
    5. Balneário Santo Antônio
    6. Igreja Nossa Senhora do Rosário
    7. Cachoeira das Andorinhas
    8. Museu de Arte Sacra da Boa Morte
    9. Parque Estadual da Serra Dourada
    10. Praça do Coreto

    Talvez você se interesse por nossos outros posts Feira do Cerrado – A Melhor Feira de Artesanato em GoiâniaMuseu Pedro Ludovico em GoiâniaMemorial do Cerrado em Goiânia.

    Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

    Booking.com

    Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, reserve seu hotel pelo Booking ou compre seu seguro viagem pelos Seguros Promo, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

    20 COMENTÁRIOS

    1. Que bonitinha a cidade de Goiás. Já tinha ouvido falar, mas nunca visto fotos. Fiquei encantada.

    2. A Cidade de Goiás é mesmo encantadora! Pena que as vezes que já fui não conheci tantas coisas, deveria ter ido com essa turma animada! Parabéns pelo post! !

    3. Pedro Henriques

      Olá Carol, parabéns pelo artigo! Fui pai há poucos meses e é sempre interessante ler posts de viagem direccionado para o publico infantil. Obrigado, abraço desde Portugal.

    4. Carol…… que coragem é essa!!!! 8 crianças????
      Mas adorei as dicas!
      Estive em Goiânia junho passado e pensei em conhecer Goiàs velho. Tinhamos apenas 1 final de semana livre e escolhemos ir para Pirenópolis! Não é uma cidade “baby friendly” e o calor infernal não nos motivou a caminhar muito pela cidade, mas também foi bacana!
      ;)

      • Juliana, o Estado de Goiás é muito quente. Goiânia é um forno, Goiás e Pirenópolis também. Acho que Pirenópolis está mais bem preparada para receber os turistas do que a cidade de Goiás. Você fez uma boa escolha.

    5. Maria João Proença

      Goiás parece ser um sítio muito interessante, cheio de história, cultura e actividades interessantes para as crianças. Boas dicas! :)

    6. mazááá piazada faceira ali, garanto que ficaram quase looucas no parque aquático e na tirolesa! gostei das fotos, a cidade tem um charme né!

    7. Filipe Morato Gomes

      Faz tempo que Goiás Velho, assim como Pirenópolis, está na minha “lista” de lugares a visitar no Brasil – com ou em crianças tenho a certeza que vou amar. Obrigado pela partilha. Grande abraço.

      • Filipe, passei por Pirenópolis recentemente e acho que a cidade está mais preparada para receber os turistas do que Goiás.

    8. Que roteiro mais delicia para a criançada, que me parece que ficaram super felizes com o passeio pela alegria transmitida nos sorrisos :) E essa cidade parece uma graça, fiquei encantada com o Palácio Conde dos Arcos, adoro esse estilo de arquitetura barroca.

      Abraços

      • Josiane, a criançada aproveitou muito! A cidade é uma gracinha mesmo.

    9. Flávia Donohoe (@quartodeviagem)

      Morava em Brasília e nunca fui ao Goiás Velho, todos dizem que é uma joia do centro-oeste, na época da faculdade quase fui em uma excursão, pois lembro-me que íamos ao museu da Cora Coralina, uma pena não ter conseguido conhecer a cidade. E que cidade lindinha, se parece bastante a Mariana. Abraços

      • Flávia, que pena que você não conseguiu ir conhecer a cidade. Quem sabe numa próxima oportunidade.

    10. Susana - Viaje Comigo

      Uau! O roteiro está excelente! Muito diversificado, com cultura, história e diversão. Perfeito não só para os mais novos mas também para graúdos como eu! Muito bom! Boas viagens! :D

    11. Majô Robert de Carvalho

      Adorei
      Parabéns Carol
      O passeio a Goiás (Velho) foi muito bem descrito. Ótimo
      Mesmo

    12. Ótimo post, e apesar do despreparo da cidade de Goiás com os turistas foi um passeio encantador!!! Se me chamar de novo eu vou!!!???

      • Que bom Tati! As crianças se divertiram demais!!! Bjs

    E aí Gostou, Não Gostou? Deixe Seu Comentário: