Santa Catarina

Museu Hering em Blumenau: Opção Fora da Rota da Cerveja

No segundo dia do Evento Blogando no Vale Europeu fomos conhecer o Museu Hering em Blumenau e seu famoso jardim suspenso. Fizemos uma visita guiada e fomos acompanhados pela Valquíria e pela Luisa. Elas nos contaram muitas coisas sobre os irmãos Herman e Bruno Hering e como revolucionaram a indústria têxtil no Brasil. 

Museu Hering em Blumenau

O Museu foi inaugurado no ano de 2010. Ele fica localizado numa casa estilo enxaimel (técnica de construção trazida pelos imigrantes europeus), construída no século XIX e tombada como Patrimônio Histórico de Santa Catarina.

Museu Hering em Blumenau

Dentre vários objetos expostos no museu estão uma camiseta, confeccionada no início do século XX e um tear fabricado em 1889.
Esse tear tem um charme a parte, pois quem quiser pode utilizá-lo um pouquinho e é claro que nós não poderíamos perder essa oportunidade.

O Museu está localizado a 2,2 km do Parque Vila Germânica e a 3,9 km da Prefeitura da cidade. 

Caso você vá somente visitar o museu, não gastará mais de uma hora por lá, pois ele é pequenininho. Caso queira também conhecer o Espaço Hering (que vende roupas das marcas Hering, Dzarm e PUC) reserve um tempo maior. 

Exposição Tempo ao Tempo

Nessa exposição embarcamos na história da família Hering, que saiu da Alemanha no final do século XIX para fazer história na cidade de Blumenau. Mostra como foram os primeiros 130 anos da Cia Hering.

Começa com um vídeo institucional que conta desde a chegada dos Irmãos Bruno e Herman Hering à Blumenau, a fundação da empresa em 1880. É também retratada a importância da Hering para o Vale do Itajaí, que foi responsável pela transformação da região em um polo têxtil.

Museu Hering em Blumenau

Lá estão expostas fotografias, documentos históricos, painéis expositivos, máquinas, entre outras coisas.

Museu Hering em Blumenau

Reserve seu Hotel em Blumenau por aqui, você não paga nada a mais por isso.

Museu Hering em Blumenau

Depois das explicações dadas tivemos um tempo livre para percorrer a exposição. É claro que o item mais disputado do local foi o tear, pois quem quisesse poderia utilizá-lo um pouquinho. E a maioria do pessoal quis. Nós não poderíamos perder essa oportunidade. Veja o Miranda todo curioso para ver como é que ele funcionava. Imagine o trabalho para fazer uma camiseta, você tinha de ficar girando a manivela por muito tempo para fazer a malha (tecido).

Museu Hering em Blumenau

A foto acima foi tirada pelo pessoal da Fundação Hering, que divulgou nossa visita em seu site. Para ler a notícia, acesse 1º Encontro de Blogueiros de Viagens no Vale Europeu.

Em seguida fomos levados ao subsolo onde conhecemos um pouquinho mais sobre a Hering e a Moda. Estão expostos alguns manequins com roupas que fizeram história na companhia.

Tem também um painel interativo super diferente, não deixe de espiar e conhecer as transformações das roupas íntimas ao longo dos anos.

E pudemos dar boas risadas com antigos comerciais da empresa, pois realmente mudaram muito ao longo dos anos.

Jardim Suspenso

Esse jardim foi projetado pelo artista plástico Roberto Burle Max em comemoração ao centenário da empresa em 1980. Nele estão expostas 41 espécies de flores e plantas.

As mesmas espécies por ele escolhida para fazer parte do jardim, encontram-se lá até hoje.

Jardim Suspenso Hering

Do final do jardim é possível ter uma visão privilegiada do Museu. Fiquei lá por alguns minutos apreciando a beleza de seu estilo arquitetônico. 

Museu Hering

Residência da Família Hering

Pudemos apreciar a imponente residência utilizada pela família Hering. Essa foi a terceira casa de Herman Hering, que viveu nela de 1890 a 1920. A casa foi construída no final do século XIX. 

Residência da Família Hering

Dica: Customize sua Própria Camiseta e Leve de Lembrança

Infelizmente não tivemos tempo suficiente para participarmos desta atividade. A Luísa me informou que as pessoas que tiverem interesse de participar da customização de camisetas e estampas deve levar uma camiseta 100% algodão no dia de sua visita ao museu. 

Além de ser uma atividade bem diferente, é uma ótima recordação. Certamente voltaremos ao Museu para participarmos desta atividade. 

Customização de camisetas Hering

Foto enviada pelo pessoal da Hering para compor nossa matéria.

Espaço Hering

Depois de visitar o museu você também pode ir conhecer o Espaço Hering, localizado do outro lado da rua. Lá são vendidas roupas e acessórios da Hering, Dzarm e PUC.

Não visitamos o Espaço no dia de nossa ida ao Museu. Voltamos até lá na segunda-feira. Não achei os preços tão bons assim.

Espaço Hering

No final da loja funcional  há uma seção que vende roupas de coleções passadas por quilo. Lá os preços são bem melhores. O quilo custava R$ 129,00. Uma calça jeans saia por aproximadamente R$ 45,00. Meu interesse maior era comprar roupas para meu filho, mas infelizmente não tinha nenhuma peça infantil masculina nesta seção (no dia de nossa visita). 90% das peças eram direcionadas para o público feminino.

Fui até lá por recomendação de uma amiga minha que sempre vai e consegue fazer ótimas compras nesta seção. Mas ela tem uma filha e para o público feminino tinham muitas opções.

O Espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 9:00 ás 20:00 e aos sábados, das 9:00 às 17:00. 

Informações:

Site: Museu Hering

Endereço: Rua Herman Hering n 170, Bom Retiro

Horário de Funcionamento: De terça a sexta das 9:00 às 18:00; sábados, domingos e feriados das 10:00 às 16:00

Valor: Gratuito

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Espero que tenha gostado de nossas dicas de restaurantes em Blumenau. Se você conhece outros restaurantes em Blumenau que valem a pena estar no roteiro de quem visita a cidade, divide conosco, vamos adorar saber.

Talvez você se interesse por nossos outros posts sobre Santa Catarina:

O que Fazer em Pomerode: a cidade mais alemã do Brasil 

Dicas de Restaurantes em Blumenau

O Que Fazer em Balneário Camboriú

Dica de Hotel em Blumenau com Localização Privilegiada 

Atrações Imperdíveis no Beto Carrero

Blogando no Vale Europeu

O Encontro aconteceu em Blumenau e Pomerode de 04 a 06 de agosto e foi organizado com muito carinho pela Márcia do blog Casa de Doda

Blogando no Vale Europeu

 

Organização: Casa de Doda

Blogando no Vale Europeu

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, faça sua Reserva de Hotéis ou Compre sua Passagem na Guia de Passagens e Hotéis, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

Booking.com

Contadora de números e de histórias, funcionária pública, que encaixou em sua rotina maluca seu novo hobby: escrever um blog. Ficou viciada em viagens há três anos quando fez uma viagem inesquecível para a Europa e de lá pra cá não conseguiu mais parar de viajar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Tem Alguma Dúvida? Gostou? Então Fale Com a Gente:

23 Comentários

  1. Ioly Miranda Brito disse:

    Muito bom o post! só aguçou mais meu desejo de viajar para o sul! Obrigada pelas dicas! Nunca imaginei que existisse um museu da hering,

  2. angiesantanna disse:

    que museu legal, já fui diversas vezes a Blumenau para fazer compras de tecido mas nunca parei ai! hering é muuuito importante na região!

  3. Nunca fui a Blumenau, muito menos a este museu, mas anotei a dica! Adorei! Deve ser super legal

  4. Quando fui em Blumenau e passamos pelo Museu ele já estava fechado, mas aproveitamos boas compras no setor o Kg do Espaço Hering, preciso voltar pra conhecer o museu por dentro, adorei o relato e fiquei bem curiosa com esse tear.

  5. Nossa que interessante, não sabia desse museu. deve ser bem interessante fazer sua própria camiseta.
    Obrigado pela dica

  6. Que interessante! Não sabia que a Hering tinha um museu! Fiquei com vontade de ir e fazer minha própria camisa.

  7. rui batista disse:

    Parece bem interessante… fora dos grandes roteiros turísticos. Gostei da sugestão 🙂

  8. Tatiane Dias disse:

    Nunca ia imagina que existia um museu da Hering! Vivendo e aprendendo.
    Quando for a Blumenau darei uma passada lá, principalmente na loja.

  9. Gisele Ramos disse:

    Sou fã da Hering! Com certeza ia curtir muito o museu. Pena que a loja não tinha o que você estava procurando!

    Abraço,

  10. Que legal. Nunca tinha ouvido falar deste Museu antes. E Blumenau parece ser uma cidade muito, mas muito charmosa né? Sou louca para conhecer. Adorei a dica.

  11. Caramba, que interessante! eu jamais imaginaria que existe um museu da Hering! Ainda mais em blumenau! Mas adorei saber, é uma ótima dica 🙂

  12. Ruthia disse:

    Interessante perceber os vários tipos de influência que a comunidade emigrante deixou pelo Brasil. O espaço parece muito cuidado. Fiquei curiosa em relação à vaca que se vê na primeira foto…
    Abraço