Dicas

Como Organizar Uma Viagem para o Exterior

Organizar uma viagem internacional não é nada fácil. São muitos itens que devem ser levados em consideração para dar tudo certo. Pensando nisso reunimos 20 dicas para te ajudar organizar sua próxima viagem para o exterior. 

1 – Defina seu roteiro

Primeiramente é importante decidir para onde ir e quantos dias ficar. Se pretende visitar mais de uma cidade, procure reservar pelo menos três dias para conhecer as capitais e dois dias para cidades pequenas.

Já comece sua viagem com seu roteiro completo. Leia bastante sobre as cidades e defina o que quer conhecer. Isso é importante principalmente quando não se tem muitos dias livres.

20 Dicas para Organizar Uma Viagem para o Exterior

2 – Compre sua passagem

Depois de definir os lugares que quer ir compre sua passagem. Pesquise muito para procurar o menor preço. Normalmente as promoções das companhias aéreas começam na sexta-feira às 20 horas e vão até as 8 horas de segunda-feira.

Tente fugir do tradicional: vôo de ida na sexta ou sábado cedo e volta no domingo à noite. Assim você conseguirá economizar na sua passagem.

Acompanhe o preço das passagens. Eu costumo fazer a consulta no site do Decolar. Mas na hora de comprar a passagem entro direto no site da Cia, assim economizo a taxa de serviço cobrada pelo Decolar.

Como Organizar Uma Viagem para o Exterior

Se for comprar a passagem com milhas, é melhor fazer com antecedência. Já comprei passagem aérea para o Chile com 10.000 milhas cada trecho para nove pessoas da minha família no mesmo voo. Isso com mais de 6 meses de antecedência. Então o planejamento pode ser a chave para o sucesso. 

Faça pesquisas de preço pelo site da Decolar e compre diretamente nos sites das companhias aéreas. Assim você irá economizar a taxa de serviço. Utilize nossos links da Tam, Azul e Avianca. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o site com uma pequena comissão. 

3 – Escolha o melhor lugar para se hospedar

A principal dica aqui é fazer sua reserva com antecedência. Pesquise na internet qual a melhor região para se hospedar na cidade que pretende visitar. Então decida se vale a pena alugar um imóvel ou fazer a reserva em um hotel. Se você vai fazer uma viagem em família, com várias pessoas, talvez alugar um imóvel seja opção mais econômica.  

Disney All Star Sports

Hotel/Pousada/Hostel

Não deixe para fazer sua reserva de hotel em cima da hora. Depois verifique qual hotel se encaixa melhor no seu padrão. Normalmente utilizamos o Booking para reservas internacionais. 

Recomendo que leia as avaliações dos hóspedes feitas no site do Booking, mas não leve a ferro e fogo. Tem pessoas que reclamam de tudo. Então não desista de se hospedar no hotel pelo fato dele ter uma avaliação negativa. Leia algumas delas para tirar sua própria conclusão. Normalmente não me hospedo no hotel se sua nota for abaixo de 7. 

Outra dica é fazer sua reserva com cancelamento grátis, pois ninguém sabe o dia de amanhã. Imprevistos acontecem. Dessa forma você terá flexibilidade e poderá cancelar sua reserva até alguns dias antes da viagem. 

Já utilizei o Booking para fazer reservas em várias cidades do Brasil, no Chile e nos Estados Unidos. Nunca tive problemas. Recomendo. 

Booking.com

Imóvel para Temporada

Você conhece o Airbnb? Se não conhece está perdendo tempo!!! O Airbnb é um site de aluguel de imóveis para temporada. Nele você pode alugar casas ou apartamentos ou então apenas um quarto na casa de alguém. Já fiz duas viagens cujos imóveis aluguei pelo Airbnb e não tive nenhum problema. Se quiser conhecer um desses imóveis veja o post O Que Fazer em Campos do Jordão. Não tivemos nenhum problema foi super tranquilo. Uma dica é reservar sempre imóveis que tenham avaliações feitas pelos hóspedes. Não esqueça de ler antes de fazer a reserva. Caso você tenha alguma dúvida, poderá enviar um e-mail para o proprietário. Já fiz isso e o tempo de resposta é geralmente rápido. 

A vantagem de se hospedar em um imóvel é que terá cozinha e poderá cozinhar ou fazer lanches rápidos. Assim você economizará com alimentação. Quando meu filho era pequeno, sempre optava por alugar um imóvel justamente pela facilidade de preparar seus alimentos. Para quem viaja com criança é uma boa opção. 

Se você ainda não é cadastrado no Airbnb, cadastre-se agora por esse link e receba R$ 100,00 de bônus para utilizar em sua primeira viagem (desde que ela seja de valor superior a R$ 190,00).

Airbnb - Desconto

Airbnb – Desconto

4 – Leia muito

Leia muito sobre o destino que pretende visitar. Existem vários blogs de viagens com dicas incríveis de vários lugares. Consulte o site da RBBV e faça uma busca direcionada para o destino de sua viagem.

Lá você conseguirá ver os posts sobre aquele destino publicados pelos membros da Rede Brasileira dos Blogs de Viagens. Por exemplo, suponha que sua próxima viagem seja para Fortaleza. Você seleciona Brasil e depois Ceará. Aparecerá uma lista enorme! Primeiro com posts sobre o Estado do Ceará, em seguida serão apresentados as cidades do Estado e o que já foi publicado sobre aquele destino. 

Veja na figura abaixo estão listadas as cidades de Flecheiras e de Fortaleza. Em azul aparece o nome do Blog que publicou o post, os autores e a data da última viagem para aquele destino. Essa informação é super interessante, pois você saberá se o post é recente ou não. 

Se você gostou das dicas encontradas nos blogs, não se esqueça de deixar seu comentário dizendo que gostou. Pode não parecer, mas esse simples gesto é de grande importância para os blogs. Se você for comprar sua passagem aérea, seguro ou reservar seu hotel, faça utilizando os links do blog que te deu boas dicas. 

5 – Use o Pinterest

Você conhece o Pinterest? Ele é uma rede social de compartilhamento de imagens. Essa plataforma é super útil no planejamento de uma viagem. O blog tem um perfil no pinterest recheado de pins. Corre lá para conferir Pinterest Vamos Por Aí.

Se você ainda não conhece vou te explicar como funciona. No Pinterest você criará pastas com o nome que quiser, sobre o assunto que quiser. Nelas você salvará as imagens que escolher – chamadas PINS. 

Esses pins falam sobre os mais variados assuntos e tem links para posts em sites.  E é por isso que ele te ajudará a planejar sua viagem. Crie uma pasta com o nome de seu próximo destino e vá salvando nela tudo o que te interessar. Assim poderá consultar futuramente e já terá salvo num lugar de fácil acesso tudo o que você leu e gostou. Que tal começar agora? Crie uma pasta e já salve esse post!

6 – Contrate um seguro de viagem

Imprevistos sempre acontecem.  Daí a importância de fazer um seguro de viagem principalmente no caso de uma viagem para o exterior. 

Se sua viagem é para a Europa, fique atento, pois existe o Tratado de Schengen, vigente em 26 países estabelecendo a OBRIGATORIEDADE DA CONTRATAÇÃO DE UM SEGURO DE VIAGEM NO VALOR MÍNIMO DE € 30.000. O objetivo dessa regra é garantir que o visitante possa pagar as possíveis despesas médicas surgidas durante a viagem, inclusive em caso de óbito.

Então se sua viagem for para Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia, Suíça, Liechtenstein e Chipre não é uma opção sua fazer ou não o seguro. É obrigatório. E no momento da imigração podem pedir para você a apresentação de sua apólice de seguro. 

Cuba e Austrália são outros destinos cuja contratação de um seguro também é  obrigatória. Em Cuba a cobertura mínima é U$ 10.000,00 para assistência médica, já a Austrália não existe um valor mínimo estipulado, apenas é obrigatório a contratação do seguro. 

Para quem viaja com crianças é ainda mais recomendado que se faça um seguro de viagem. Já tive que usar com meu filho nos Estados Unidos. E não viajo sem um seguro para ele de forma alguma. O seguro é uma tranquilidade. 

Nós recomendamos o Seguros Promo. Faça já sua cotação pelo link abaixo e garanta 5% de desconto!


Contrate

7 – Descubra a melhor forma de se locomover na cidade

Você deve primeiramente analisar a melhor forma de se locomover na cidade. Descubra como é andar na cidade de ônibus, carro ou metrô. Tem cidades com trânsito intenso, então nelas usar o metrô ou trem poderá ser a melhor opção.

Tem outras cidades que é preciso alugar um carro, pois ele será a melhor forma de se locomover. Então recomendo que alugue um com antecedência. Você pode fazer isso através da Rentcars que é o principal site de comparação de preços e locação de veículos da América Latina.

A UBER também é uma ótima forma de economizar. Como os motoristas tem seu trajeto estipulado pelo aplicativo, a probabilidade de você cair em um golpe é muitas vezes menor do que utilizar um táxi. Nós tivemos uma experiência bem ruim no Chile. Leia nosso post Caímos no golpe de taxistas em Santiago.  Desde que começamos a usar a UBER reduzimos e muito nossos gastos com transporte nas cidades que visitamos. 

Caso quiser calcular o preço de um determinado trajeto, acesse UBER e descubra. Se você ainda não é cadastrado no aplicativo, faça já seu cadastro, utilize o código bemw6wdbue e ganhe R$ 10,00 de desconto em sua primeira corrida.

Se você for locar um veículo, faça isso utilizando nosso link Rentcars você não paga a mais por isso e ajuda nosso site com uma pequena comissão. 

Banner 10

8 – Compre um chip internacional

Acho que hoje todos nos estamos viciados na internet. Ao chegarmos em um lugar vamos logo perguntando a senha da wi-fi. Ter um pacote de dados facilitará bastante sua viagem. 

Existe a possibilidade de você comprar um chip e já sair do Brasil conectado. Isso é sem dúvida muito mais vantajoso do que ativar no seu plano de celular um pacote de dados para uso no exterior. 

A empresa EasySIM4U comercializa chips para vários lugares do mundo. Veja o post Internet ilimitada com a EasySIM4U. Existem vários planos disponíveis. Veja o que mais se encaixa nas suas necessidades. 

9 – Não se esqueça do Visto

Esse é um ponto que exige bastante cuidado. Dependendo do destino por você escolhido, é possível que tenha que tirar visto.

Se você vai viajar para os Estados Unidos, Canadá, Emirados Árabes, Egito, Nepal e vários outros lugares, você precisará de visto. Confira aqui Quais países exigem visto de turista para brasileiros?

Se você pretende viajar para um país que exige visto não deixe para a última hora, tente tirar o visto o mais rápido possível. Assim você terá uma preocupação a menos com o planejamento de sua viagem, principalmente pelo fato dos prazos para emissão de visto variarem muito de um país para outro. 

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores os brasileiros podem entra em 103 países sem ter que apresentar visto. Bom demais, né? Descubra quais são eles no post Brasileiros podem entrar em mais de 100 países sem visto.

Desde 2008 é possível viajar pelos países que fazem parte do Mercosul apenas com a carteira de identidade. Então, se sua viagem for para Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela a boa notícia é que não precisará nem de visto nem de passaporte. Confira os documentos aceitos em cada um desses países – Turismo Mercosul. Ah, cuidado! A identidade tem que ter sido emitida há menos de 10 anos e estar em bom estado de conservação. 

10 – Verifique sobre as vacinas obrigatórias

Para entrar em alguns países é obrigatória a apresentação do comprovante internacional de vacinação. Para saber maiores detalhes sobre o certificado, consulte o site da ANVISA.

Eu emiti o meu certificado no aeroporto de Goiânia. Verifiquei o horário de funcionamento, fui até lá portando minha carteira de identidade e minha carteira de vacinação. Em quinze minutos saí de lá portando meu certificado.

Normalmente a vacina exigida é contra a febre amarela. Então uma dica é manter sua vacina contra essa doença em dia. Leia o post Países que exigem vacina contra a febre amarela.

Já te adianto que se for viajar para a África, Austrália, Bolívia, Bahamas, China, Colômbia, Cuba, Polinésia Francesa, Índia, Indonésia, Paraguai, Cingapura, Tailândia entre vários outros lugares, terá que tomar a vacina contra a febre amarela. 

11 – Documentos necessários para a imigração

Acho que todo mundo conhece alguma história de algum conhecido que foi barrado numa viagem internacional. Para evitar que isso ocorra alguns cuidados são necessários. 

Leve com você em sua bagagem de mão os seguintes documentos: passaporte, carteira de identidade, carteira de motorista (se for dirigir), comprovante de endereço, suas passagens aéreas, reservas de hotéis, ingressos que tiver comprado, cópia de sua última declaração de imposto de renda, apólice de seguro de viagem, certificado internacional de vacinação, extrato de suas últimas faturas de cartão de crédito e extrato bancário. Você pode comprar uma pasta e colocar tudo junto. 

Tente se preparar para responder algumas perguntas básicas em inglês. Leia o post 9 perguntas que farão para você na imigração e tente ir com as respostas na ponta da língua. 

Documentos para viagem

12 – Use tags para identificar sua bagagem

Duas das cinco principais causas de perda de bagagem são: 

  • A etiqueta pregada pela companhia aérea se desprende de sua mala, assim ela fica sem identificação e é perdida.
  • Alguma outra pessoa pega sua mala por engano, achando que a mala é dele. 

Para evitar estas situações você pode fazer uma coisa super simples! Coloque em sua mala uma tag com seus dados: nome, telefone, endereço e e-mail. Assegure-se que ela esteja bem presa na sua mala. 

Outra coisa que você pode fazer que facilita a identificação de sua mala é dar um laço ou um nó com uma fita colorida ou um lenço na alça de sua mala, isso diminuirá os riscos de algum outro passageiro pegar a sua por engano.

Se você vai comprar uma mala evite a cor preta, pois a maioria das malas são dessa cor. 

13 – Leve uma bagagem de mão

Imprevistos sempre acontecem, desde simples atrasos de voos, cancelamento ou simplesmente você deixar cair um copo de refrigerante na sua roupa. Por isso é super importante estar preparado para lidar com o imprevisto. Então tenha sempre na sua bagagem de mão uma muda de roupa completa e os remédios que você costuma tomar para febre, dor muscular, dor de cabeça, enjoos entre outros.  

Lembre-se que geralmente o peso permitido é de 10 quilos. Mas consulte sua companhia aérea, para resguardar-se dessa informação. Lembre-se também que não é permitido levar líquidos com mais de 100 ml. 

Tem dúvidas sobre bagagens? Veja o post Bagagens em aviões: saiba o que pode levar e o peso permitido.

14 – Pulseira de identificação para crianças

Se você pretende viajar com crianças para um local lotado, como praias, parques da Disney, entre vários outros. Considere colocar uma pulseira de identificação nas crianças. Quando fui para a Disney com meu filho, comprei as pulseiras do site Grudado em Você. Nela estará escrito o nome da criança, o nome dos pais e seus telefones. Achei super interessante e recomendo. 

Pulseira de identificaçãoFoto tirada do site Grudado em Você

15 – Levar dinheiro, cartão pré pago ou cartão de crédito?

Essa é uma questão que aflige a maior parte das pessoas que vão para o exterior. Nas viagens internacionais que fiz optei por levar dinheiro em espécie. Quando falo isso muitas pessoas me perguntam: você não tem medo de ser assaltada? Sim tenho. Mas justamente por isso compramos duas doleiras – pochetes. Elas são usadas por baixo da roupa. Compramos duas: uma para mim e outra para meu marido. Dividimos o dinheiro e assim eu carregava metade de nosso orçamento e ele o restante. 

Fizemos isso pois se um fosse assaltado, ainda teríamos o resto do dinheiro. Mas foi tudo bem, não tivemos nenhum contratempo. Todos os dias tirávamos da pochete o dinheiro que usaríamos no dia seguinte. Achamos essa forma prática e repetimos nas demais viagens. Ah outra dica, também colocávamos dentro da doleira nosso passaporte. 

                                                                 Foto retirada do site Diário do Comércio

Caso você não se sinta seguro, existe a opção de comprar um cartão pré-pago. Ele funciona como um cartão de débito internacional. Antes de sair do Brasil você emite emite um cartão assim nos Bancos ou nas Casas de Câmbio. Você carrega o cartão com o valor que quiser. E você não precisa só usar como débito não. Se você quiser poder ir até um caixa eletrônico e sacar o dinheiro. Para esta opção você terá que pagar o IOF. 

Se você pretende utilizar seu cartão de crédito lembre-se de liberá-lo para uso no exterior antes de embarcar. Alguns bancos exigem que o desbloqueio seja pelo telefone, outros nos caixas eletrônicos. Telefone para a central de atendimento de seu cartão e informe-se. Usar cartão no exterior não é a opção mais vantajosa. Se você optar por usar seu cartão terá que pagar IOF e pagar a taxa de câmbio atualizada no fechamento da sua fatura. 

16 – Combine um ponto de encontro

Todo mundo está sujeito a se perder. Então uma boa pedida é sempre marcar um ponto de encontro. Na hora que chegar ao local já tenha um plano traçado para o que fazer se uma pessoa se perder. 

Uma amiga minha viajou com seus dois filhos e um grupo para a Disney. Na entrada do parque combinaram um local para caso de alguém se perder. O filho mais velho dela de 11 anos se perdeu. Ela ficou desesperada e foi para o ponto de encontro. Ele estava lá, super tranquilo esperando por ela. Conheço várias outras pessoas que passaram por isso e essa estratégia deu certo. 

Pode ser que não dê certo para crianças pequenas. Por isso recomendo o uso de pulseiras. Aqui em casa nós instruímos nosso filho a não sair do lugar. Se ele se perder de nós que ele fique parado naquele lugar que encontraremos ele. Já aconteceu uma vez e deu certo. 

17 – Já saia do Brasil com um adaptador universal de tomada

Se você ainda não tem um adaptador então procure saber antes de viajar qual o formato da tomada do país para onde está indo. Cada país tem seu próprio padrão. Por isso recomendo que compre um adaptador universal, assim estará pronto para essa e muitas outras viagens.

Não se esqueça do adaptador universal de tomadas. O que fizemos? Compramos um adaptador e um “T”. Assim conseguimos carregar com nossos celulares e máquina fotográfica ao mesmo tempo.

Adaptador universal de tomadas

18 – Usar cadeados TSA

A maioria das pessoas tem medo de ter objetos furtados em suas malas. Eu estou nesse grupo e nunca viajo sem que minha mala esteja com cadeado. Como normalmente viajamos com três malas é sempre bom ter o código anotado, para caso de esquecimento. Eu mesma já esqueci uma vez e fiquei doidinha! Sorte que no outro dia acordei e lembrei do código.

Quem vai viajar para os Estados Unidos ou para o Canadá é recomendado que use os cadeados TSA (Transport Security Administration), que é uma agência americana criada para monitorar as bagagens nos aeroportos. Por questões de segurança, sua mala pode ser revistada na alfândega. Se ela estiver com um cadeado TSA será usada uma chave mestra para sua abertura. Caso você use outro tipo de cadeado ele pode ser violado e a sua mala ficará sem proteção. 

Então se você ainda vai comprar o seu cadeado, recomendo que opte pelo cadeado TSA, assim em caso de ir para os EUA/Canadá não terá que comprar outro. 

Cadeado TSA

19 – Não se esqueça de pontuar suas milhas na hora do embarque

Se você ainda não faz parte de nenhum programa de milhagem das companhias aéreas, faça já seu cadastro e comece já a acumular milhas. Em uma viagem internacional você ganhará muitas milhas. Talvez até em quantidade suficiente para uma viagem dentro do Brasil. 

Então depois que comprar sua passagem, entre no site da companhia aérea e cadastre-se em seu programa de milhagem. 

Na hora que fizer seu check-in seja ele pela internet ou presencial é só informar seu número de fidelidade e começar a juntar pontos para sua próxima viagem. 

20 – Divirta-se!!!

Aproveite sua viagem ao máximo. Conheça vários lugares e tire muitas fotos. Você não sabe quando conseguirá voltar para esse destino, então não dê bobeira! 

Santo Antônio de Lisboa

Assim que voltar de viagem comece já a programar sua próxima viagem, pois viajar é bom demais!!!

Bom espero que nossas dicas te ajudem a planejar sua viagem para o exterior, se gostou, compartilhe com seus amigos e deixe um comentário, vamos adorar! 

Confira também nossos outros posts

Qual o limite de compras no exterior?

10 dicas de viagens que só uma mãe sabe dar

Roteiro na Europa

Roteiro de 8 dias no Chile

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, faça sua Reserva de Hotéis ou Compre sua Passagem na Guia de Passagens e Hotéis, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

Booking.com

Contadora de números e de histórias, funcionária pública, que encaixou em sua rotina maluca seu novo hobby: escrever um blog. Ficou viciada em viagens há três anos quando fez uma viagem inesquecível para a Europa e de lá pra cá não conseguiu mais parar de viajar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Tem Alguma Dúvida? Gostou? Então Fale Com a Gente:

11 Comentários

  1. Amei! Dicas super úteis para um planejamento a uma viagem para o exterior. Já salvei nos meus favoritos!

    Obrigada pelas maravilhosas dicas, de sempre. hehe

    =*

  2. Acho legal também aprender a não se prender demais no roteiro… tem gente que se desespera total se alguma coisa sair um pouquinho do planejado! Tem que dar a chance pras coisas diferentes e pra mudar toda a viagem (ou pelo menos um pouquinho ; ) )

  3. Viviane Carneiro disse:

    Ótimas dicas e informações valiosas! Um bom guia para quem vai fazer sua primeira viagem internacional. Adorei!

  4. Marcia disse:

    Lendo todas estas dicas me lembrei de como era viajar no final do século passado. A gente nao tinha informação como tem hoje, mas a lista de preparativos era bem menor e as surpresas maiores. Nada melhor ou pior, apenas diferente. Abraços e parabéns pelo post!

    • Carol Miranda disse:

      Que bom que gostou do post Márcia. Lembro que quando era criança viajava com os meus pais pelo Brasil a fora com um mapa gigantesco dentro do carro. As coisas mudaram demais, né? Bjs

  5. Jair Prandi disse:

    Excelente artigo! Muito completo mesmo!
    Muitas vezes, compro passagens em promoção em finais de semana para um destino que nem estava programado. Então antes de comprar, passo o final de semana traçando o roteiro e no domingo à noite compro a passagem de acordo com a quantidade de dias que preciso. Mas são viagens nacionais, para internacionais, temos que nos programar com antecedência.

  6. Ótimas dicas!!! Parabéns, bem completo!