Apesar de já termos sido avisados sobre golpes praticados por alguns taxistas contra turistas em Santiago, caímos no golpe!

Caímos no Golpe do taxista no Chile
Foto: [email protected]

Em nosso primeiro dia no Chile, fomos ao Mercado Central e conversamos com várias pessoas (chilenas e brasileiras) que nos deram algumas dicas sobre Santiago:

  • Cuidado com bolsas, sacolas e carteiras, pois existem muitos batedores de carteira na cidade. Tentaram nos tranquilizar um pouco, dizendo que diferente do que ocorre no Brasil, lá normalmente os assaltos ocorrem sem violência. 
  • Muito CUIDADO COM OS TAXISTAS, pois aplicam dois tipos diferentes de golpes: taxímetro adulterado e cobrança indevida. Na hora de pagar, você deve falar para eles: Estou te dando uma nota de 10.000 pesos, pois alguns falam que você entregou 1.000 pesos e não 10.000. Muito cuidado na hora de pagar!
  • Locais em que geralmente ocorrem os golpes: na região do Patio Bellavista, próximo ao Cerro San Cristóbal e do Costanera Center.
  • Sempre pergunte o preço antes de iniciar a corrida. Se ele não quiser te dar estimativa, não entre, pois pode ser que esteja com o taxímetro adulterado. 

Pergunte o valor

Estávamos extremamente cansados, pois tínhamos andado o dia todo, o que facilitou o golpe. Como nosso grupo era grande, tivemos que pegar dois táxis. Entrei no primeiro, que estava parado no ponto em frente ao Patio Bellavista (uma galeria com muitos restaurantes, lanchonetes, lojas de artesanato). Esqueci das dicas sobre os cuidados a serem tomados com taxistas: SEMPRE PERGUNTAR O VALOR ANTES! Entrei no táxi e dei o endereço do hotel. Fiquei impressionada com o tanto que o taxímetro mudava rápido de um valor para o outro! Nosso hotel era relativamente perto de onde estávamos (4,5 km). Como este foi o primeiro táxi que pegamos no Chile, ainda não tínhamos noção de preço. Na hora de pagar, veio a surpresa, custou 9.000 pesos.

Meu irmão logo atrás perguntou o preço para outro taxista parado no ponto do Patio Bella Vista que não quis dar média de preço. Então ele se lembrou da dica e não entrou. Foi andando até a avenida, pegou outro táxi, que lhe deu estimativa de preço e pagou 5.000 pesos. Fiquei muito triste, mas aprendi a lição, não entrei em outro táxi no Chile sem antes perguntar o valor.

Em nosso último dia no Chile, precisamos pegar táxi novamente no Patio Bella Vista (mesmo lugar em que caí no golpe), perguntei o preço para o táxi que estava no ponto, mas ele não quis me dar previsão. Disse que era pelo taxímetro. Não quisemos arriscar e fomos andando até a avenida, paramos um táxi que nos deu estimativa, e nos levou até o hotel e cobrou 4.500 pesos. Muito cuidado! Pelo que fiquei sabendo isso é muito comum em Santiago!

Se você quiser ter uma noção dos preços praticados pelos taxitas em Santiago acesse: TaximetroPena que eu não sabia disso antes, se soubesse certamente teria consultado! Fica a dica!

Não esqueça do seu Seguro Viagem, faça já sua cotação com a

Seguros Promo pelo link abaixo e garanta 5% de desconto!


Contrate

Mais Dicas Sobre o Chile

Roteiro no Chile: 8 dias

Estações de esqui do Chile

Roteiro a pé em Santiago – passeio de um dia

Neve em Farellones: muita diversão pertinho de Santiago

Vinícola Concha Y Toro por conta própria

O que fazer em Viña del Mar

Como organizar uma viagem para o exterior

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, faça sua Reserva de Hotéis ou Compre sua Passagem na Guia de Passagens e Hotéis, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

Booking.com

37 COMENTÁRIOS

  1. Lamentável, Atenção !!!!! outra modalidade , tentaram aplicar o golpe com notas falsas , ou seja quando vc entrega a nota ele troca a nota e pergunta “onde vc pegou esta nota ?” se vc fraquejar , vc paga novamente e ainda pede desculpas …. melhor mesmo e ir de Uber e Metro…

  2. Conosco aconteceu o mesmo! Fomos de táxi ao Costanera, custou 5000 pesos. Na volta, sem perceber, o taxímetro deu um salto e o taxista nos cobrou 20000 pesos, alegando que por ser 22h havia uma taxa noturna, o que descobrimos depois não existir!.

  3. Nossa que tenso… Muito importante compartilhar sobre esse golpe porque muitas vezes acabamos caindo e com isso eles vão continuar aplicando nos turistas.

  4. Obrigada por compartilhar essa experiência.
    Em Santiago não existe aplicativo (uber, cabify)?
    Vc tem dica de transfer por lá?

    • Claudia, tem uber sim. Irei no final do mês e vou utilizar. No aeroporto tem transfer direto para o centro. Tem também um ônibus da turbus que leva para o terminal de ônibus no centro da cidade. Vale a pena.

  5. Comigo aconteceu igualzinho… em frente ao Pátio Bella Vista…na hora de pagar não aceitamos e ameaçamos chamar carabineros numa conversa bem tensa, e demos o que deveria ser pago… mas estávamos em dois casais e nossos parceiros são militares aqui no Brasil, e falam espanhol fluente… a pegada com o taxista foi outra… KKKK todo cuidado é pouco!!!!

    • Que ruim isso né Dani? Nós estávamos com criança, não dominávamos o idioma, então pagamos; mas aprendemos a lição. Bjs

  6. Caraca! É tão chato quando a gente cai nesses golpes. 🙁 Mas, como sempre gosto de extrair coisas boas até das ruins. Hoje vc tá aqui alertando outros viajantes sobre a experiência. Obrigada por compartilhar o seu relato!

  7. Aww que triste isso que aconteceu com vocês em Santiago. Quando fui para Buenos Aires me falaram que lá é ainda pior, e por isso usei o transporte público mesmo. São muitos taxistas dando troco com notas falsas por exemplo, o que é lamentável :(. Em Santiago, como estava viajando sozinha, optei pelo metrô.

    • Camila, fiz o post justamente para alertar os turistas, pois foi muito desagradável. Já soube de muitas pessoas que caíram no mesmo golpe no mesmo lugar.

  8. Santiago e Buenos Aires são capitais dos taxistas larápios! Todo cuidado é pouco com eles, é bom andar com um lápis e marcar as notas. Eles são muito “espertinhos”! Lamentavelmente!

  9. É assim mesmo. Aqui no México é igual. Eu moro aqui há 3 anos e quando vou entrar no taxi e notam meu acento de estrangeira já querem me aplicar tarifa especia, aí eu já mando parar com isso que eu sei muito bem o quanto custa….rs Quando fomos ao Chile tambem, nos cobravam muito mais.

    • Eloah, quando contei que tinha caído no golpe, ouvi o mesmo de muitas pessoas… Assim resolvi escrever este post, para divulgar os golpes e onde acontecem!

  10. No ano passado quando fomos a Santiago, contratamos uma van indicada pelo hotel, no entanto fomos enganados e roubados diversas vezes pelo motorista que desaparecia com nossos objetos, compras, casacos e ate um relogio da minha amiga que se abriu e caiu provavelmente dentro da van, quando voltamos p a van procurar o relogio o motorista disse que nao tinha ficado ali, enfim pode ser mais depois de tantos acontecidos ficamos na duvida, voltei com uma má impressão do país. ?

  11. Cai no mesmo golpe em Santiago eo safado ainda queria chamar a polícia e tudo… me xingou e por ser meu primeiro dia num país estrangeiro em toda a minha vida fiquei apreensivo, acabei pagando e sai bufando de brabo. Segundo pesquisa tinha lida que o pessoal lá é super honesto e que n havia com o que se preocupar e justo na chegada peguei este maldito táxi. Acabei mudando de opinião logo de cara

    • Fiquei chateado pois mudou toda a forma com que vi o povo é o país… e realmente no decorrer da viagem tive mais algumas experiências com o povo de lá e A má impressão só se reforçou. Espero um dia retornar para mudar de ideia. Não deixem de ir pois é um lindo país, mas todo o cuidado é pouco

      • Também gostamos muito do Chile, fizemos o post com a intenção de alertar as pessoas sobre os cuidados que devem ter.

  12. Também cai neste golpe e paguei 18mil pesos até o hotel. Como estava sozinha fiquei com medo e paguei. Foi todo o meu dinheiro. Fiquei tão mal que no dia seguinte fiquei doente e não pude ir a um dos passeios. No aeroporto na ida pro hotel também aconteceu igual. Fiquei com trauma.

    • Caímos hoje no golpe da nota falsa em Valparaiso… demos 20.000 e o taxista depois de enfiar a nota no bolso voltou dizendo que era falsa. Eu fiquei tão brava que mesmo sem falar espanhol consegui ligar pra polícia que apesar de não terem resolvido o problema (não acharam a nota real) foram bastante atenciosos. O taxista queria ir até o banco com meu namorado para receber a corrida, que por sinal já nos havia custado 20.000 5x o valor que ele pediu. Não deixei que meu namorado pagasse de novo. A polícia informou que como eu havia chamado eu ficava no papel de vítima, ou iríamos fazer uma ocorrência na delegacia ou ele iria embora “sem receber” e assim ficou. Achei necessário chamar a polícia para que eles entendem que não é pq não somos do lugar podem nos passar para trás. E o tempo que perdemos esperando a polícia chegar ele poderia estar trabalhando e ganhando mais.

      • Fiquei muito triste por você! Quando resolvemos publicar este post, foi com a intenção de alertar o maior número de pessoas, para que saibam do que ocorre por lá e fiquem alertas. Espero que o meu caso, o seu e tantos outros deixe nossos leitores com atenção redobrada!

E aí Gostou, Não Gostou? Deixe Seu Comentário: