A cidade de San Pedro do Atacama tem uma população de mais ou menos 7 mil habitantes. Porém a cidade recebe em torno de 5 milhões de turistas por ano, sendo considerado o destino mais visitado de todo o Chile. 

Viajar para o Chile não é lá muito barato, então saber como economizar por lá é bom demais. Primeiro é importante saber que para conhecer o deserto do Atacama você terá que chegar até San Pedro do Atacama. A cidade fica localizado a 1.600 km de Santiago. O aeroporto mais próximo de lá fica a 100 km de distância, localizado na cidade de Calama. Recomendo a leitura do post Como Chegar ao Deserto do Atacama.

Acabamos de chegar de lá e vamos compartilhar com vocês algumas dicas para economizar em uma viagem para o Atacama. Confira: 

Você não precisa de hotel com café da manhã

Reserve um hotel bem localizado, de preferência nas proximidades da Rua Caracoles para poder se locomover tranquilamente na cidade. Nesta rua estão localizadas inúmeras agências de turismo, restaurante e lojas cheias de roupas, bijuterias e artesanato local.

Se você gostou de algum hostal que não serve café da manhã, isso não é um problema. A maioria dos passeios são realizados pela manhã e tem o “desayuno” (café da manhã) incluído no passeio. E você não terá que pagar a mais por isso. 

Como economizar em uma viagem para o Atacama

Gostei muito do hotel que escolhi, o Hostal Lickana. Com ótima localização. Ele servia café da manhã, porém só tomamos dois dias. Nos demais dias fizemos passeios, como eles saem cedo, não deu tempo de tomarmos o café da manhã (desayuno) no hostal. Se quiser saber mais sobre o hotel, veja nosso post Dica de Hotel em San Pedro do Atacama.

Hostal Lickana, Atacama

Feche seus passeios em San Pedro do Atacama

Feche seus passeios quando chegar na cidade. Certamente não irá se arrepender. A cidade é lotada de agências de turismo e a diferença de preço entre elas é enorme. 

Alguns meses antes da viagem decidi quais passeios queria fazer. Entrei em contato com várias agências e peguei orçamentos. O melhor preço que eu tinha conseguido para fazer 5 passeios era de 160.000 pesos chilenos por pessoa (R$ 960,000). Mas peguei outros orçamentos, que chegaram a custar 360.000 pesos (R$ 2.160,00). 

Cheguei na cidade por volta das 19 horas. Grande parte das agências fica abertas até as 22 horas. Por isso consegui ir em várias delas. Pesquisei, conversei e fechei com a agência que me passou mais confiança. Paguei 125.000 pesos (R$ 750,00) em 5 passeios com a Flamingo Travel.

Além do valor pago para a agência também é preciso pagar entradas em alguns lugares. Para conhecer o Valle de La Luna, Geysers del Tatio, Salar de Tara, Lagunas Altiplânicas + Piedras Rojas e Lagunas Escondidas gastei 23.500 pesos (R$ 141,00).

Compre galões de água de 6 litros

Compre galões de água de 6 litros e vá abastecendo suas garrafas de um litro. Com isso economizará bastante. A garrafa de 6 litros custa 2.500 pesos (R$ 15,00) enquanto que a de 1 litro e meio custa 1.000 pesos (R$6,00). 

Compre Casacos e acessórios de lã lá

Caso queira comprar roupas de lã, deixe para comprá-las em San Pedro. Nas lojinhas e na feira de artesanato existe uma grande variedade de casacos, luvas, gorros e cachecóis. Para ter uma noção de preço:

  • Casacos: entre 10 e 15.000 pesos (R$ 60 e R$ 90,00)
  • Luvas e gorros: entre 2 e 3.000 pesos (R$ 12 e R$ 18,00)
  • Cachecóis: a parir de 4.000 pesos (R$ 24,00)

Casacos de lã

Troque dinheiro em Santiago

Não deixe para trocar pesos no Atacama. Caso passe por Santiago, troque seu dinheiro por lá. A diferença é grande e compensa. Vá até a rua Augustinas. Nela existem várias casas de câmbio. Fiz a troca em uma chamada “Laser”. Com R$ 1,00 comprei 184 pesos. Se você deixar para trocar em San Pedro do Atacama com o mesmo R$ 1,00 comprará por volta de 160 pesos. A diferença é alta. Pesquise também no Brasil, mas acho difícil conseguir uma taxa melhor (valores de março/2018).

Precisei de sacar dinheiro em Santiago. Fiz isso num caixa eletrônico do Banco Santander. Nele saquei dinheiro de minha conta corrente no Banco do Brasil. Tive que pagar uma taxa de 5.000 pesos para fazer o saque. Fique atento, se você for sacar no Banco do Chile a taxa é de 6.500 pesos. Quando cheguei de viagem e fui converter o dinheiro, levei um susto! Com R$ 1,00 comprei apenas 152 pesos!!! Isso foi um péssimo negócio. Só aconselho que faça isso em casos de extrema necessidade  (valores de abril/2018).

Escolha nos restaurantes o menu do dia

Ao entrar num restaurante procure saber se ele serve o “Menu do Dia”. Ele é um prato composto por entrada + prato principal + sobremesa. O preço varia conforme o restaurante, mas custa em média entre 8 e 10.000 pesos (R$ 48 e R$ 60,00). A cidade tem muitas opções de restaurantes. Alguns com preços bons enquanto outros com preços salgados. Então se quiser economizar pesquise. 

Menu do Dia, San Pedro Atacama

Cuidado também na hora de pedir as bebidas. Num restaurante você pagará no mínimo 2.500 pesos por uma cerveja longneck (R$ 15,00). Um refrigerante custará entre 1.000 e 1.500 pesos (R$ 6 a R$ 9,00). Uma taça de vinho de R$ 2.500 a 4.200 pesos (R$ 15 a R$ 25,00). A bebida poderá aumentar e muito o valor de sua conta. Fique esperto. 

Compre o transfer de ida e volta

Para chegar em San Pedro você precisará pegar um transfer, pois o aeroporto mais próximo fica na cidade de Calama a 100 km de distância. Se você fechar o transfer para a ida e volta pagará 20.000 pesos (R$ 120,00). Se optar por fechar apenas um trecho, pagará 12.000 pesos (R$ 72,00).  Leia nosso post Como chegar ao Deserto do Atacama

Transfer Atacama

Faça um Seguro Viagem 

O Chile não exige a apresentação de seguro de viagem para entrada no país. Mas é super recomendável que tenha um, pois imprevistos acontecem. Durante nossa viagem tivemos contato com duas pessoas que se machucaram no passeio do Vale da Lua. Uma delas quebrou o pé e a outra torceu o tornozelo. 

Para viajar com tranquilidade é recomendável fazer um seguro viagem. Nós recomendamos o Seguros Promo. Faça sua cotação pelo banner abaixo e garanta 5% de desconto! Basta digitar o código VAMOSPORAI5.

Ah, o Seguros Promo funciona como o Rentcars. Ele é um site de comparação de preços e venda de seguros. Assim você terá o preço de diversas seguradoras. Se quiser saber mais sobre o seguro viagem, leia o post Como contratar um seguro viagem.

Contrate

Bom é isso aí. Espero que tenha gostado de nossas dicas de como economizar no Deserto do Atacama. Aguarde que em breve daremos muitas dicas sobre nossa viagem ao Deserto mais árido do mundo!

Mais dicas sobre o Chile

Roteiro a pé em Santiago

Roteiro no Chile

Estações de Esqui do Chile

Vinícola Concha Y Toro por conta própria

Como organizar uma viagem para o exterior

Dicas e passeios no Deserto do Atacama

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Booking.com

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, reserve seu hotel pelo Booking ou compre seu seguro viagem pelos Seguros Promo, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

8 COMENTÁRIOS

  1. Achei os preços nos restaurantes muito caros. Pratos simples custam os olhos da cara rsrs. Mas suas dicas foram certeiras. Sem dúvida, se hospedar perto da Rua Caracoles é um acerto.

  2. Acabei de favoritar este teu post principalmente para não perder o contato com a agência de passeios. Atacama é um local que sempre estive de olho, mas to aguardando meu filho ficar maior para não ser muito estressante para ele!

E aí Gostou, Não Gostou? Deixe Seu Comentário: