Goiás

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Pirenópolis é uma das principais cidades turísticas do Estado de Goiás. A cidade foi tombada em 1989  como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Vamos mostrar para vocês como foi nosso roteiro em Pirenópolis.

Pirenópolis é um destino que agrada o mais variado público. Amantes de cachoeiras vão adorar a cidade, pois são tantas as opções… Quem gosta de conhecer cidades históricas, com belos casarões coloniais e ruas de pedras também adorará a cidade. Mas se você é daqueles que curte agito e badalação, também encontrará em Piri, basta ir até a Rua do Lazer. Já adianto que passar um final de semana na cidade não é suficiente para conhecê-la, mas se você acelerar o passo conseguirá conhecer muita coisa. 

1º Dia: Pé di Café, Cachoeira da Usina Velha, Restaurante Pedreiras, Centro Histórico, Cervejaria Santa Dica

A entrada da cidade já é uma gracinha. Então não se esqueça de estacionar o carro um pouquinho, descer e tirar algumas fotos. No local funciona um Centro de Informações Turísticas. Então vá até lá e pegue um mapa da cidade. 

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Tomar Café da Manhã no Pé di Café

O Pé di Café é um charme! Se procura um lugar super aconchegante para tomar café da manhã ou lanches rápidos ao longo do dia, acabou de encontrar. Ficamos encantados com tudo: atendimento, decoração e as comidas que experimentamos. 

Pé di Café Pirenópolis

No cardápio existem várias opções entre cafés, chás, chocolate quente, omeletes, waffles, tapiocas, sanduíches, brownie, biscoitos fritos entre outros. 

Pé di Café Pirenópolis

Nós escolhemos um bauru no pão de cerveja e um waffle com chocolate. E para beber não poderíamos deixar de tomar um café coado na hora e na sua mesa! Delicia!!! 

Endereço: Rua Aurora, 21, Centro

Horário de Funcionamento: De quarta a sexta e segunda das 13 às 21 horas; sábados e domingos de 9:30 às 21 horas. Terça-feira é fechado. 

Reserve por aqui seu Hotel em Pirenópolis, você não paga a mais por isso.

Cachoeira da Usina Velha

A Cachoeira da Usina Velha é uma boa pedida para quem visita a cidade com crianças. O local é lindo e para você chegar até as cachoeiras não é necessário andar muito.

Tem uma ponte suspensa que as crianças adoram. Passar por ela é bem tranquilo, mas caso você fique com medo é possível ir caminhando por dentro do rio.

Cachoeira da Usina Velha

Muitas pessoas levam caixa de isopor com comida e bebida. Na entrada da cachoeira existe um quiosque onde é possível comprar bebidas e alguns tipos de salgados. 

A estrutura do local é bem simples, sem restaurante. Tem banheiro pequeno. No dia de nossa visita não tinha nem papel higiênico nem sabonete. Sorte que eu tinha levado lenços umedecidos antisépticos da Feel Clean. Sugiro que faça o mesmo. 

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Se você não estiver disposto a caminhar muito, não tem problema. Conseguirá ver duas cachoeiras e ainda tomar banho de rio. Repare nas duas fotos abaixo:

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Cachoeira da Usina Velha

Mas se você estiver disposto a caminhar um pouquinho mais e fazer trilhas, não irá se arrepender, pois vale a pena. Você terá que fazer uma trilha de dificuldade média. Se estiver acompanhado de crianças pequenas, não é aconselhável. 

O Biel que é um pequeno aventureiro, ficou todo animado para ir lá em cima, onde funcionava a antiga barragem da usina e fomos até lá. A foto abaixo foi tirada lá do topo, repare:

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Ao longo do caminho (tanto o de ida, quanto o de volta) fomos parando e brincando um pouco nas pequenas cachoeiras. 

Roteiro em Pirenópolis

Gostamos muito da Cachoeira da Usina e recomendamos. Vá até lá você também e depois conta pra gente o que achou, vamos adorar saber. 

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 8 às 17 horas

Valor: R$ 25,00 por pessoa. Crianças de até 10 anos não pagam

Almoçar no Restaurante Pedreiras

O Restaurante Pedreiras é super tradicional na cidade. Funciona somente aos sábados, domingos e feriados e fica localizado bem pertinho da Cachoeira Usina Velha.

Restaurante Pedreiras

Restaurante Pedreiras, Pirenópolis

É o local ideal para se deliciar com a tradicional comida goiana. No cardápio tinham vários tipos de saladas, costela, carnes, frango caipira, lasanha, rondeli, entre outros pratos. A sobremesa é incluída no valor: vários tipos de doce de leite, de banana, de goiaba… Achamos o preço salgado, R$ 60,00 por pessoa. 

Restaurante Pedreiras

O restaurante é uma gracinha. Durante o almoço tem música ao vivo e é cobrado R$ 7,00 por pessoa. Para quem optar por almoçar, tem direito a tomar banho de rio sem ter que pagar a mais por isso. Nós não tomamos banho, mas fomos até o rio para conhecer o local. Uma dica: leve repelente ou lenços umedecidos anti insetos, pois tem muitos pernilongos por lá.

Restaurante Pedreiras

Site: Restaurante Pedreiras

Endereço: Estrada dos Pireneus Km 1,5, Saída para cachoeiras

Valor: R$ 60,00 por pessoa. Crianças até 10 anos pagam R$ 30,00.

Andar pelo Centro Histórico

O Centro Histórico de Pirenópolis é um charme à parte. Reserve um período do dia para caminhar pela cidade e apreciar seus belos casarões. Comece pela Ponte sobre o Rio das Almas, um dos belos cartões postais da cidade. 

Ponte sobre o Rio das Almas

Bem pertinho da ponte está o Museu do Divino. Nele estão expostas peças da tradicional Festa do Divino Espírito Santo, realizada 50 dias após a páscoa.

Museu do Divino Pirenópolis

Em vários lugares da cidade você encontrará os Mascarados, que são símbolos da cultura e tradição da cidade. Fazem parte do folclore de Pirenópolis e tem um papel importante durante as Cavalhadas na Festa do Divino. 

Roteiro em Pirenópolis:

De vários lugares da cidade você poderá apreciar a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, que é uma das mais tradicionais igreja católica do estado de Goiás. Há alguns anos ela foi destruída por um incêndio, mas foi reconstruída. Continua sendo um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

Pirenópolis Goiás

Cervejaria Santa Dica

Para quem gosta de apreciar uma boa cerveja artesanal não pode deixar de ir à Cervejaria Santa Dica.

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

A cervejaria produz em média 4.500 litros por mês. Nós optamos pelo menu degustação e experimentamos os três tipos de chopp produzidos: O que mais gostamos foi o de hibisco. A régua com os três tipos de chopp e um copo de água custou R$ 10,00.

Cervejaria Santa Dica

Experimentamos a Santa Dica IPA, a Santa Dica Hibisco e a Santa Dica Kölsch.

O local é super aconchegante, com mesas e cadeiras ao lado de fora. À noite e aos finais de tarde costuma tocar música ao vivo. É cobrado couvert artístico de R$ 8,00 por pessoa.

Endereço: Rua Aurora m. 204-392 – Centro

Horário de Funcionamento: das 11 às 22 horas.

2º Dia: Igreja do Bonfim, Mirante do Ventilador, Cachoeira do Abade, Rua do Lazer

Igreja Nosso Senhor do Bonfim

A Igreja está no caminho que leva a várias das cachoeiras da cidade. Então vale a pena dar uma paradinha rápida e conhecê-la. 

Sua construção foi iniciada em 1750, sendo concluída 4 anos depois. 

Igreja Nosso Senhor do Bonfim Pirenópolis

Mirante do Ventilador

O Mirante do Ventilador está localizado no caminho para a Reserva do Abade. O Mirante está localizado a 1.000 metros de altitude. Dizem que é possível ter uma bela vista da região. Pena que no dia de nossa visita o dia estava super embaçado. Então ficamos lá somente uns cinco minutos e continuamos nossa trajetória até a Reserva do Abade. 

Mirante do Ventilador

Cachoeira do Abade

 A Cachoeira do Abade é linda!!! Ideal para quem procura contato com a natureza sem ter que caminhar muito. Para quem visita a cidade com crianças, ou simplesmente não gosta de andar muito esta é uma ótima opção.  A trilha que leva a cachoeira principal tem apenas 400 metros. É toda pavimentada e de fácil acesso. 

Roteiro em Pirenópolis: Dicas de Passeios, Restaurantes e Hospedagem

Segundo o site TripAdvisor a Cachoeira do Abade ocupa o 4ª posição dos melhores programas para se fazer em Pirenópolis. Então já deu para notar que é uma boa pedida! Fizemos um post completo contando como foi nosso passeio por lá, veja Cachoeira do Abade em Pirenópolis

Cachoeira do Abade

Durante essa trilha de 400 metros existem duas cachoeiras: a do Cânion e a do Abade. Recomendo que conheça as duas, pois são belezas bem diferentes. 

Cachoeira do Cânion

Almoçar na rua do Lazer

Quem visita Pirenópolis não pode deixar de conhecer a Rua do Lazer, um dos principais atrativos da cidade. É uma rua repleta de bares e restaurantes, instalados em belíssimas casas em estilo colonial. Tem opções para todos os gostos e bolsos.

Rua do Lazer, Pirenópolis

Na verdade a rua fica localizada na Rua do Rosário. Esse trecho foi denominado “rua do lazer” em 13 de maio de 1997 através de um decreto municipal.  O primeiro restaurante da rua foi o Aravinda.

Dentre vários estabelecimentos escolhemos almoçar no charmoso Beco da Lua e não poderíamos ter feito uma escolha melhor. A comida estava divina e fomos muito bem atendidos por sua proprietária que nos recomendou a picanha com acompanhamentos. 

Pirenópolis - Beco da Lua

A comida estava muito saborosa. Nosso prato custou R$ 93,00. A proprietária nos contou que já ganhou vários prêmios na cidade com seu prato tucunaré grelhado. Certamente voltaremos para experimentar. Anote a dica, vale a pena ir até o Beco da Lua almoçar. 

Reserve por aqui seu Hotel em Pirenópolis, você não paga a mais por isso.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem

  • Leve repelente ou lenços umedecidos anti insetos, pois tem muitos pernilongos na cidade. 
  • Leve dinheiro em espécie, o sinal de internet da cidade não é bom e oscila muito. Por isso em alguns estabelecimentos você não conseguirá passar cartão. 
  • Pegue o mapa da cidade, logo na entrada ou nos postos de atendimento ao turista.
  • Não se esqueça do protetor solar, óculos de sol e muita água!

Dica de Hospedagem

A cidade possui inúmeras pousadas. Para decidir a melhor região de se hospedar é necessário que leve em conta alguns fatores. Se gosta de agito, talvez seja melhor se hospedar nas proximidades da Rua do Lazer. Mas se não gosta de muito barulho, talvez a região central não seja a mais indicada para você.

Verifique também se o hotel/pousada que você escolheu tem ar condicionado nos quartos, pois muitas delas não tem. Oferecem apenas ventilador de teto. 

Outro item que deve ficar atento é se a pousada serve ou não café da manhã. 

Veja aqui algumas pousadas bem avaliadas na cidade:

Pousada dos PirineusPousada dos Pirineus

Foto do site booking

A Pousada dos Pirineus é super tradicional na cidade. Esta localizada a 300 m do centro histórico de Pirenópolis. A pousada tem parque aquático infantil, além de um um mini-zoológico. Possui nota 8,1 de acordo com as avaliações feitas pelos hóspedes do booking. 

Hotel Pousada Mandala

Hotel Mandala

Foto do site booking

É um hotel padrão três estrelas, localizado na região central da cidade. O Hotel Pousada Mandala possui nota 7,9 de acordo com as avaliações feitas pelos hóspedes do booking. Os quartos tem ar condicionado.

Pousada Villa Bia

Villa Bia

Foto do site booking

A Pousada Villa Bia está localizada no centro de Pirenópolis, a 175 m do Museu do Carmo. Possui nota 8,9 de acordo com as avaliações feitas pelos hóspedes do booking. 

Pousada Gold

Pousada Gold

Foto do site booking

A Pousada Gold fica localizada a 2 km do centro da cidade. Ela possui nota 8,7 de acordo com as avaliações feitas pelos hóspedes do booking. 

Natural Pousada e Spa

Nós ficamos hospedados na Natural Pousada e Spa. A pousada não fica no centrão da cidade, fica mais afastada. Aproximadamente 1 km. A pousada é simples. O quarto era grande, mas não tinha ar condicionado nem era servido café da manhã. 

Optamos por nos hospedar nela em virtude de um ofurô que vimos no site. Porém ao chegarmos na pousada ficamos sabendo que teríamos que pagar a parte para utilizar o ofurô e que ele não estava disponível para usarmos à noite. Caso tivéssemos interesse poderíamos usar no domingo. Ficamos chateados e não quisemos, pois domingo cedo iríamos para a cachoeira do Abade. 

Dica Extra: Conheça também o Salto Corumbá, que fica bem pertinho de Pirenópolis, apenas 31 km de distância. É uma ótima pedida! Ideal para passar o dia. 

Salto Corumbá

Leia também nossos posts sobre Goiás:

Cachoeira do Abade em Pirenópolis

Passeios em Goiânia com crianças

Consiga até 50% de desconto no ingresso do Hot Park

Quanto custa ir ao Hot Park?

5 parques em Goiânia que adoro

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, faça sua Reserva de Hotéis ou Compre sua Passagem na Guia de Passagens e Hotéis, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

Booking.com

Contadora de números e de histórias, funcionária pública, que encaixou em sua rotina maluca seu novo hobby: escrever um blog. Ficou viciada em viagens há três anos quando fez uma viagem inesquecível para a Europa e de lá pra cá não conseguiu mais parar de viajar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Tem Alguma Dúvida? Gostou? Então Fale Com a Gente:

9 Comentários

  1. Marcia disse:

    Que gracinha de cidade – e a natureza ajuda, com muitas cachoeiras num lugar tão quente. Quanto ao ofurô não ser gratuito, essas surpresinhas nunca sao agradáveis, né?

  2. Viviane Carneiro disse:

    Adorei o post, ficou super completo, com ótimas dicas e fotos lindas! Já quero conhecer Pirenópolis, achei muito legal o lugar e essas comidinhas maravilhosas. Amei

  3. Fabricio disse:

    Gente, que delícia! Aquela foto do centro histórico cheio de mesas já me fez querer sentar ali e tomar uma bem gelada hahahah. Eu amoooo cidades históricas com essa atmosfera, parabéns pelo post.

  4. Analuiza disse:

    Oi Ana… esse lugar já me ganhou com o café coado na mesa: adoro! rsrs

    Senti uma vontade doida de mergulhar naquela cachoeira! Bom, de mergulhar na comida goiana também! Que delícia hein?! O centrinho também é uma graça e que animação na rua do lazer!!

    Não tinha nenhuma referência sobre Pirenopolis e gostei de tudo o que você contou! Passaria um fim de semana feliz ai! bj

  5. Adoro Pirenópolis, a cidade é um charme. A rua do laser é perfeita. Super movimentada, os bares bem aconchegantes e com uma boa música. Não conheci a cachoeira do Abade nem da Usina Velha, adorei a dica, e já anotei para conhecer na minha próxima visita a Pirenópolis.

  6. MARCIO VITAL VALENÇA disse:

    Que legal! Deu vontade de conhecer esse paraíso! Quantos dias vc recomenda para conhecer as melhores atrações? Parabéns pelo post.