Vinícola Concha y Toro Por Conta Própria

Conteúdo

Visitar uma vinícola é um dos passeios mais tradicionais no Chile. Este passeio não pode ficar de fora de um bom roteiro no país. Descubra aqui como chegar à Vinícola Concha Y Toro, quais os tours disponíveis, quanto custa e muito mais!

Quando comecei a fazer a programação do que iríamos fazer em Santiago, me deparei com uma situação inusitada: tudo fechava na segunda-feira. Dos lugares que eu tinha selecionado para conhecer, o único que abria na segunda-feira era a Vinícola Concha y Toro, no Valle del Maipo.

Então reservei uma segunda-feira para conhecer a Concha Y Toro. Anote essa dica e faça isso você também.

Ah e o passeio à Vinícola é um dos 7 melhores passeios de um dia para quem está em Santiago.

Como chegar à Vinícola Concha Y Toro

A vinícola está localizada em Pirque, que fica a 27 km do nosso hotel no centro de Santiago. Escolhemos ela por ser uma das mais antigas e conhecidas do país. O tempo aproximado de viagem até lá, partindo do centro de Santiago, é de uma hora e meia.

Existe três opções para chegar até lá:

  • alugar um carro, mas desistimos ao saber que o trânsito na cidade é caótico e levaríamos um tempão para chegar até lá;
  • fazer um tour com as agências de turismo, descartamos por ser bem mais caro, mas é também a forma mais rápida ou
  • ir por conta própria, que foi a que escolhemos. 
Vinícola Concha Y Toro
Vinícola Concha Y Toro
  • Pegue a linha 4 (azul escuro) do Metro de Santiago até a Estação Las Mercedes.
  • Uma vez fora do trem, saia da estação terminal, pegue a saída que diz “Concha y Toro Ocidente”.
  • De lá você pode tomar um táxi ou Metrobus (ônibus) para a vinha. Apenas Metrobus N ° 73, 80 e 81 passa na vinha.
  • Pegue a rodovia Autopista Vespucio Sur.
  • Se vai de leste a oeste da cidade: vire à direita na saída “Salida 39 Departamental Vicuña Mackenna”.
    Uma vez fora da rodovia, siga em frente e paralelo a ela para alcançar a Avenida Vicuña Mackenna. Próxima esquina, vire à esquerda e vá para a Vicuña Mackenna sul.
  • Se vai de oeste a leste da cidade: vire à direita na saída “Salida 39 Vicuña Mackenna”. Vire novamente à direita e metade de um quarteirão depois vire à direita na Avenida Vicuña Mackenna e continue para o sul.
  • Cerca de 5 km depois, Avenida Vicuña Mackenna renomeado para Avenida Concha y Toro.
  • Continue até atravessar o Rio Maipo (ponte San Ramon) e onde Avenida Concha y Toro termina, vire à direita: você chegou a Avenida Virginia Subercaseaux.
  • A primeira entrada à direita é a Concha y Toro.

A forma mais fácil para chegar até a vinícola é contratando uma excursão. Mas como estávamos num grupo muito grande, resolvemos ir por conta própria.

Nós fomos até lá de metrô. Descemos na Estação Las Mercedes (linha 4 azul escuro) e pegamos um táxi até a vinícola (chegamos em 5 minutos).

Demoramos cerca de uma hora e meia para chegar até a vinícola. Chegamos 10 minutos atrasados e perdemos o horário do nosso tour em português que estava marcado para 11:30. Mas conseguimos fazer o tour no horário seguinte, em espanhol. Vale salientar que são extremamente pontuais. 

Como é o tour na Vinícola Concha Y Toro

Vinícola Concha Y Toro
Vinícola Concha Y Toro

O passeio começa perto da loja principal da Concha y Toro. Dali, fomos em direção a casa onde viveu seu fundador Don Melchor Concha y Toro.

Em seguida fomos conhecer os jardins, que são lindos. Com muitas árvores, flores e um lago que rende belas fotos. 

Santiago - Vinícola Concha y Toro Por Conta Própria
Jardins da Vinícola Concha Y Toro

De lá fomos conhecer os vinhedos. Como estávamos no inverno, não conseguimos nem ver nem experimentar as uvas. Em outras épocas do ano é possível experimentar a grande variedade de uvas da vinícola.

O guia nos deixou a vontade para tirar várias fotos.

Santiago - Vinícola Concha y Toro Por Conta Própria 2
Vinícola Concha Y Toro

Confira um artigo sobre as  vinícolas em Santiago e as regiões produtoras de vinho no Chile.

Santiago - Vinícola Concha y Toro Por Conta Própria 3
Vinícola Concha Y Toro

De lá seguimos para conhecer a parte interna da vinícola. Vimos como os vinhos são armazenados, a temperatura ideal para conservação e nos foi explicado várias coisas sobre a produção dos vinhos.

Santiago - Vinícola Concha y Toro
Vinícola Concha Y Toro

A parte mais interessante é quando entramos pela porta (veja na foto abaixo) e é exibido vídeo que conta a lenda do Casillero del Diablo

Não vou relatar para não perder a graça de sua visita, se você ficou curioso, não deixe de fazer o tour pra conhecer o final da história.

Santiago - Vinícola Concha y Toro
Vinícola Concha Y Toro

O tour foi rápido, durou meia hora. No final dele acontece a parte que para alguns é a mais esperada: degustação dos vinhos. Foram oferecidos três vinhos:

  • Gran Reserva (branco),
  • o Famoso Casillero del Diablo (tinto) e
  • Terrunyo (tinto com 14,5% de álcool).

O que eu mais gostei foi o Gran Reserva, que por ser mais suave, é uma delícia! Achei legal poder levar a taça de recordação.  Trouxemos as nossas na mala para o Brasil e não quebraram. 

degustação de vinhos em Santiago na Vinícola Concha y Toro
Degustação de vinhos na Vinícola Concha y Toro

Ao final do tour fomos fazer compras na lojinha, que possui muitos acessórios legais a venda: saca-rolhas, termômetros para verificar a temperatura do vinho, canetas, imã de geladeira, sem falar nos vinhos e espumantes, uma variedade infinita.

Trouxe algumas lembrancinhas para dar de presente.  Em minha opinião esse é um passeio para adultos. As crianças não têm muito que fazer e não se interessam por nada.

Como reservar o tour na Conha Y Toro

Entre no site Concha y toro, acesse a opção Tour & Wine Experience e marque sua visita. Você seleciona o tipo do tour Tradicional ou Marques da Casa Concha (veja abaixo a diferença entre eles).

Seleciona o idioma (português, espanhol ou inglês), o horário da visita (entre 10:00 e 17:10) e o número de visitantes. Para o tour Marques da Casa Concha só existe a opção de tour em espanhol. Depois você receberá um e-mail de confirmação da visita.

  • Tradicional: $ 22.000 pesos chilenos;
  • Marques da Casa Concha: $ 35.000 pesos chilenos neste tour não é permitido o ingresso de crianças no salão de cata ou degustação do Tour Marques de Casa Concha.
  • Crianças (menores de 18 anos) não pagam pelo tour.
  • Valores praticados em fevereiro/2024.

Diferença entre os tours

 Tour

tradicional

Tour Marques de Casa Concha
Caminhada pela vinícola e pelo parque

X

X
Visita guiada às adegas e Casillero del Diablo, loja e bar de vinhosXX
Vinhedo Pirque Viejo e Jardim com Variedades de UvasXX
Degustações de vinhos premiumXX
Taça de vinho gravada de presenteXX
Degustação de 4 safras de Marques de Casa Concha conduzida por sommelier (30 min.) + tábua de queijos finos selecionados X
Duração aproximada1 hora1 hora e meia
PreçoCLP$ 22.000 CLP$ 35.000

Atenção: No tour Marques de Casa Concha não são permitidas crianças.

Informações:

  • Site: Concha y Toro – você pode escolher o idioma em português.
  • Endereço: Av. Virginia Subercaseaux 210, Pirque, Santiago, Región Metropolitana.
  • Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 10:00 às 17:10 hs.

Outras Vinícolas no Chile

Vinícolas do Valle de Casablanca

Vinícola Emiliana

Mais dicas do Chile

Roteiro a pé em Santiago – passeio de um dia

Estações de esqui do Chile

O que fazer em Viña del Mar

Segue a gente!

Carol Miranda

Carol Miranda

Contadora de números e de histórias, funcionária pública, que encaixou em sua rotina maluca seu novo hobby: escrever um blog.
Fiquei viciada em viagens há muitos anos quando fez uma viagem inesquecível para a Europa e de lá pra cá não conseguiu mais parar de viajar!
Mãe do Biel, esposa do Miranda e tutora do Brownie, meus companheiros preferidos de viagens.

16 respostas

  1. Amei a dica de como chegar, Carol. Estamos com viagem marcada para o Chile e será muito útil, obrigada. Beijos.

  2. Uaaauuu! Adoro esses posts com tudo mastigadinho. Além de viajar pelos jardins e as dependencias lendo o post, eu amei as informações uteis como as opções de transporte e os valores, claro.
    Parabéns pelo post, ficou muito bom e vai ajudar todos que quiserem visitar também 😉

  3. Os vinhos da Concha y Toro são garantia de delícia 🙂 A visita acho que deveria ser feita com mais carinho, achei meio fraca comparada com outras aqui no Chile (o que é uma pena, porque o lugar é maravilhoso!!)

  4. Que bom saber que é fácil e razoavelmente em conta chegar lá por conta própria. Também evito dirigir em lugares caóticos.

  5. Sempre ouço falar deste tour, deve ser bem interessante! E ótimo saber que dá para ir por conta própria de transporte público/taxi. Eu certamente iria assim também, para economizar! Obrigada pelas dicas! 🙂

  6. Também fui de metrô para a Concha y Toro e achei muuuito tranquilo de ir por conta própria. Adorei o tour por lá, só fiquei chateada porque esqueci a minha taça de souvenir na mesa do Wine Bar hahaha

  7. Esse detalhe de horários é tão importante, que nos pode fazer perder um dia. Olha, na primeira vez que fui à capital da República Checa, Praga, não consegui visitar o cemitério judaico porque eles, por tradição religiosa, não trabalham ao sábado. Imagina a minha frustração.
    Ainda bem que fizeram uma boa pesquisa prévia e conseguiram aproveitar bem o dia na vinícola. Não contenho a curiosidade, vou lá espreitar a lenda também 🙂
    Abraço

  8. Essa vinícola é D+ e a história do vinho El Diablo é muito legal, comprei vários vinhos ai, pois adora essa marca.

  9. Carol… vou fazer o mesmo que vc fez mas fiquei com uma dúvida ida com relação ao atraso de vocês. Vou sair da providência. O metrô é cheio nesse horário? Com quanto tempo de antecedência tenho que sair para não me atrasar?

    1. No mínimo duas horas, é que o trajeto até a Vinícola é demorado. O metrô não estava cheio não. Foi tranquilo, é que é longe mesmo. Espero que goste da visita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

RESERVE SUA PASSAGEM

Booking.com

Leia também

Categorias

Artigos relacionados