Dicas

10 Dicas de Viagem que Só uma Mãe Pode Dar

Hoje estamos participando de uma Blogagem Coletiva do Grupo de Blogs Expert em Viagens com Filhos, onde várias mamães blogueiras vão dar 10 dicas de viagens que só uma mãe sabe dar. E aí vão as minhas dicas:

10 Dicas de Viagem que Só uma Mãe Pode Dar

1. Ouça seus instintos de mãe

Quando fomos à Disney, a previsão do tempo para nosso segundo dia era de chuva. Nessa época meu filho sempre estava ou com garganta inflamada, ou bronquite, ou qualquer outra ite. Mas nos dias da viagem ele não estava doente.

Na hora que vi a previsão do tempo, quase desisti de ir para o parque, mas meu irmão ficou pegando no meu pé e disse: “ele não é de açúcar, o que é que tem ele se molhar um pouco”. Acabou que fui. Mas deveria ter ouvido meus instintos…

Caiu uma chuva daquelas, até eu conseguir sair do parque e chegar no hotel, mesmo usando capas de chuva, estávamos encharcados e nem preciso dizer que meu pequeno amanheceu com febre,  né? Foram três dias com ele doentinho…

Bom, meu irmão aprendeu a lição: O Biel é de açúcar. Em nossas outras viagens sempre que chove, ele já sabe que o Biel não pode se molhar.  Se eu tivesse ouvido meu instinto de mãe, ele não teria ficado doente.

2. Faça seu filho interagir com o planejamento da viagem

Para mim a viagem começa nos preparativos. Quando escolho qual será meu próximo destino, já começo a pesquisar tudo sobre a cidade. Desde que passei a conversar com meu pequeno sobre os lugares que iríamos conhecer, ele passou a se interessar muito mais pelas nossas viagens. Quando digo que vamos em algum determinado lugar, ele entra no google para ver como é a cidade, vocês acreditam?

Em nossa última viagem, fomos ao Rio de Janeiro. Em sua lista de prioridades estavam ir ao AquaRio e ao Museu do Amanhã, enquanto não conheceu estes dois lugares, ele não sossegou. Fomos também ao Museu da Marinha que não estava no roteiro. Ele me perguntou: “mamãe, como você não me contou que iríamos entrar num submarino?”. Conseguiram notar como ele estava por dentro do roteiro. E com 8 anos já tem opinião formada, já fala o que quer e o que não quer conhecer. 

Dicas de Viagem

Foto tirada no Museu da Marinha no Rio de Janeiro

3. Não confie na previsão do tempo, ela pode mudar

No ano passado fizemos uma viagem para Foz do Iguaçu e a previsão do tempo era de muito calor. Olhei a previsão no sábado, mas viajaríamos na quinta à noite. Na semana da viagem estava muito enrolada no serviço e não tive tempo de olhar se tinha mudado alguma coisa. Mas tinha…

Você já deve imaginar o que aconteceu né? Não levei roupa de frio e pegamos uma frente fria na cidade que durou dois dias. Então a primeira coisa que fizemos em Foz foi sair para comprar casacos para todos… Eu aprendi a lição sempre levar um casaco na mala e sempre consultar a previsão do tempo no dia da viagem. 

Dicas de Viagem 2

Foto retirada do site Tempo Agora

4. Desperte o interesse do seu pequeno pelo mundo e consequentemente por viagens

Você deve estar pensando, como vou fazer isso? Vou te contar minha experiência. Eu tenho o hábito de ler com meu filho antes dele dormir. Passei a inserir em nossas leituras livros sobre o mundo. Existem três livros sobre viagens que adoro!!! São eles Será Que Você Sabe? Viagens, que é um livro de perguntas e respostas sobre viagens. Já te adianto não só seu pequeno, como também você vai aprender muitas coisas com ele. 

Outros livros que adoro são o Viajando Pelo Mundo – Atlas Colorido para Crianças e o Meu Atlas Pop-Up das Cidades. O segundo é um livro todo em 3D que traz curiosidades e  algumas ilustrações das cidades e atiçou muito a curiosidade do Biel. Algumas vezes ele vai ao google ver como é de fato os lugares retratados. 

Adoro brinquedos educativos, meu pequeno tem vários. Mas tem dois que eu adoro! Um quebra-cabeça enorme com os principais pontos turísticos do mundo e um quebra-cabeça com o mapa do Brasil e suas capitais. Ele já aprendeu muito com estes brinquedos. Se quiser saber mais sobre eles, acesse aqui.

Com estes hábitos simples ele passou a se interessar pelas viagens e já dá pitaco nos destinos que estão em nossa lista. Sabe qual o lugar que ele quer conhecer? Nova York! Acredite, NY está no topo de sua lista!

5. Seu filho não vai morrer de fome

Quer saber como aprendi isso? Foi na prática. Meu pequeno, que hoje está com 8 anos, não come quase nada. Não experimenta nada nem se você der uma nota de R$ 100,00 ou um brinquedo para ele. E não há quem convença ele do contrário.

Fomos para a Disney quando ele estava com 5 anos. Ficamos 10 dias e ele não comeu quase nada por lá. Ficou a base de leite (muito leite por sinal, sempre levava 2 ou 3 todinhos para os parques), batata-frita, pipoca, torrada e sanduíche.

Reservei refeições com personagens, para tentar fazê-lo comer. Mas foi só diversão, comida mesmo que era bom nada. Para toda comida oferecida tinha uma desculpa: o arroz que eu gosto não é assim, o bife não é dessa cor…  

Enfim, ele ficou dez dias comendo bobeiras e foi tudo bem. 

Dicas de Viagem 3

6. Leve sempre coisas para distrair seu filho durante a viagem

Essa dica é super importante para manter os pequenos ocupados durante a viagem. Como faço isso? Levo tablet, livros de pintar, cruzadinhas picolé, revistas com atividades e livros de colar adesivos. Normalmente só deixo o Biel ver estes itens no aeroporto ou em algum passeio da viagem que não tenha atividade voltara para crianças. 

Coloco esses livrinhos, equipamentos eletrônicos e alguns brinquedos numa mochila que será carregada por ele. O Biel não é muito de brincar sozinho, então lemos os livros com ele e o pai joga um pouquinho, pois eu detesto. E ele adora nossa participação nas brincadeiras. 


Criança gosta de novidade, então em cada viagem procuro fazer uma coisa diferente. Em nossa última viagem dei minha máquina fotográfica antiga para ele. O Biel ficou super empolgado e tirou inúmeras fotos no Rio. Disse que no seu próximo post vai usá-las. Se quiser conhecer os posts escritos por ele, acesse As Viagens de Biel

Na foto abaixo você pode ver o Biel em vários momentos tirando suas fotos. A primeira foto foi deitado, na frente do Cristo Redentor. Ele viu várias pessoas fazendo isso e quis fazer também. 

7. Antes de fazer uma viagem internacional vá ao médico

Falo isso pois sou adepta ao ditado “melhor prevenir do que remediar”. É sempre bom fazer um check up do seu filho e pegar uma receita com o médico para caso de necessidade. Quando meu pequeno ficou doente nos EUA não consegui comprar nem anti-inflamatório nas farmácias, pois diferente do que acontece no Brasil, lá só são vendidos com receita médica. Eu tinha levado metade de um vidro mais acabou e fiquei sem. 

Farellones, Chile

Foto tirada no em Farellones no Chile

Quando resolvemos viajar para o Chile durante o inverno, não tive dúvidas, fui ao pediatra que me receitou remédios para todas as situações: dor de barriga, vômito, febre, dor de garganta, dor de ouvido e picadas de insetos. Comprei os remédios e levei comigo. Graças a Deus o Biel não teve nada e não precisou dos remédios, mas outras pessoas que viajaram conosco usaram alguns destes remédios. Levei os remédios, mas é claro que fiz também o seguro de viagem internacional, item que considero imprescindível em viagens internacionais. 

Além disso, o pediatra do meu filho também costuma receitar o uso de complexo de vitaminas uns quinze dias antes da viagem, para dar um upgrade na imunidade. 

8. Tenha um dia livre no seu roteiro para imprevistos

Sou uma pessoa que gosta de viajar com o roteiro pronto. Leio tudo o que posso sobre o local e já chego com tudo planejado. Já sei o que farei em cada dia. Mas aprendi que é sempre bom ter um dia “coringa” no roteiro, pois imprevistos acontecem e temos que saber lidar com eles. Em minha viagem à Disney peguei dois dias inteiros de chuva, sorte que tinha planejado um dia destinado a curtir a piscina do hotel  e outro para compras e assim pudemos alterar nosso cronograma. Se quiser saber mais, veja o post Roteiro de Parques na Disney.

Disney

Acabamos de voltar do Rio de Janeiro, teríamos 5 dias na cidade e no dia destinado a conhecer Arraial do Cabo, choveu o dia todo. Então tivemos que alterar nossa programação. Como nesta viagem eu não tinha um dia coringa, pois o tempo era curto, tive que deixar para conhecer Arraial em outra oportunidade. Mas tive que arrumar outros programas para fazer no Rio de Janeiro com chuva.

9. Não seja tão rígida com horários

Em nossas viagens não costumamos ter horários para dormir nem para almoçar ou jantar. Temos horário só para acordar, pois se ficarmos na cama até tarde não conseguiremos aproveitar tudo. Normalmente tomamos café da manhã por volta das 8:30. As outras refeições vão se encaixando em nossa rotina. Não deu tempo para almoçar… fazemos um lanche.

Em nossa primeira viagem internacional com o Biel fiquei muito preocupada com o almoço, principalmente pelo fato dele não gostar de nada. Fiz reservas em vários restaurantes. Mas acredite se quiser, isso mais me atrapalhou do que ajudou. Estávamos de um lado do parque e o restaurante era do outro, na hora marcada não estávamos com fome… Aconteceram várias situações que me fizeram cancelar as reservas para os outros dias.

Acho que você ter flexibilidade no seu horário é importante. Ficar presa a horários pode dificultar um pouco a vida. E como nas férias queremos é nos divertir, descansar e aproveitar, então nada melhor do que relaxar!

10. Relaxe e aproveite a viagem

Se conseguir viajar na baixa temporada, melhor ainda! Pois conseguirá aproveitar ainda mais sua viagem. Normalmente fazemos isso e o Biel falta alguns dias de aula, mas conversamos com a professora e ele não fica prejudicado. Isso foi tema de outro post nosso: Como Conciliar Viagens e o Ano Letivo.

Nas férias o que nossos pequenos mais querem é curtir a família. Eles querem atenção, carinho, brincadeiras. Então se permita curtir seu pequeno, faça coisas que ele goste. Não marque muitas atividades que não despertem o interesse de sua criança. Se permita a ter bons momentos com seu filho, você vai adorar! 

Viagem para Foz do Iguaçu

Bom, espero que tenha gostado de minhas dicas de viagens com meu marido Miranda e nosso pequeno Biel. Veja também as dicas de muitas outras mamães blogueiras. Esta blogagem coletiva será divulgada nas principais redes sociais. Acompanhe: #Dicadeviagemdemãe #Dicademaeviajante 

Blogs Participantes

Talvez você se interesse por nossos outros posts  Como Conciliar Viagens e o Ano Letivo,  10 Passeios Incríveis em São Paulo na Visão de uma CriançaMuseu Catavento Cultural São Paulo, Atrações Imperdíveis no Beto Carrero.

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, faça sua Reserva de Hotéis ou Compre sua Passagem na Guia de Passagens e Hotéis, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Contadora de números e de histórias, funcionária pública, que encaixou em sua rotina maluca seu novo hobby: escrever um blog. Ficou viciada em viagens há três anos quando fez uma viagem inesquecível para a Europa e de lá pra cá não conseguiu parar de viajar mais!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Tem Alguma Dúvida? Gostou? Então Fale Com a Gente:

72 Comentários

  1. Simone Hara disse:

    Adorei o post e suas dicas são bem parecidas com meu modo de pensar e viajar com minhas filhas.
    E estamos juntos na sofrência – também já fiquei alguns dias no hotel com a pequena doentinha por causa da chuva louca da Florida.

  2. Ases a Bordo disse:

    Oi Carol! Descobri muitas coisas em comum lendo suas dicas 🙂 Acredita que aqui em casa tbem temos um menino que fala com todas as letras “Eu não gosto de comer!” Hj já relaxei, mas por muito tempo fiquei estressada com isso. Muito legal a dica do dia para imprevistos, é mesmo essencial! E mesmo que não tenham acontecidos imprevistos vc tem um dia pra fazer algo novo que descobriu lá no destino ou ainda dar um relax! Adorei a foto de Foz, hahaha 😉 Bjs dos 4 Ases

    • Carol Miranda disse:

      Nós mães sempre temos algo em comum, né? E ter um menino que não gosta de comer dá um trabalhão… Que bom que gostou das dicas e do post! Bjs

  3. Aline Pires disse:

    A dica #1 é TOP para vida toda né? As demais dicas muito valiosas.. e que venham muitas viagens para curtir sempre com seu pimpolho.

  4. Debora disse:

    Adorei as dicas dos livros e já comprei o primeiro sugerido (o outro esta esgotado)!!!
    bjs

  5. Amei suas dicas e acredito que seguir nossos instintos maternos seja o principal. Bjs

  6. Flavia Zenke disse:

    Muitas dicas parecidas com a que fazemos com a Luna. mãe se identifica muito né? O dia do improviso é primordial!! Bjs

  7. Alessandra Fratus disse:

    Adorei essa blogagem coletiva e seu post. Tem dicas que só uma mãe pode dar mesmo, né?! :)!

  8. Eu tenho uma filha de 2 anos e meio e viajo com ela desde os 3 meses! Portanto percebo perfeitamente todas estas dicas. E concordo 🙂

  9. Alessandra disse:

    Que demais estas dicas, os meu filhos hoje já são adultos, mas quem tem pequeninos vai ajudar muito. Parabéns.

  10. cynara00a disse:

    Fazê-los participar do roteiro é importantíssimo, eles começam a se empolgar quando acompanham o planejamento e dão dicas do lugares pra irmos, é uma delícia.

  11. viagensdemae disse:

    Carol, adorei suas dicas, especialmente as dicas de livros! Já vou colocar na minha lista pra futuramente usar com a Giovanna! Beijos e até a próxima viagem!

  12. cwrgutierrez disse:

    Muito legal essas 10 dicas ajuda bastante nós viajantes a preparar a viagem e o que levar.

  13. Maryanne disse:

    Não tenho filhos, mas viajo bastante com sobrinhos. Essas dicas são super válidas. Precisa ter organização, mas a parte relax tb é tão importante e são essas lembranças que ficam.

  14. Muito inspirador! Adorei a forma com que escreve! beijos.

  15. cristiane disse:

    Adorei as dicas. Realmente é super importante levar algo para distrair as crianças no aeroporto. Vou viajar com meu neto e com certeza suas dicas me vão me ajudar muito.

  16. Nana me leva disse:

    Adorei as dicas, Carol!! Principalmente as de livros! Concordo muito com o dia livre, nunca sabemos o que pode acontecer né! beijoss

  17. deabe disse:

    Carol! Seguir os instintos é regra para mim, em qualquer situação. E deixar dias livres faz parte de todas as minhas programações, porque sempre tem algo interessante que se descobre no destino, não é mesmo? Abraço!

  18. oi Carol
    A-do-rei sua dica 1. Siga seus instintos maternais. É isso mesmo! Meu marido fala isso pra mim desde que nasceu minha filha mais velha. rs
    Uma mega coincidência: tenho quase os mesmos livros e jogos de quebra-cabeça que vcs. =)
    Bjks
    Adriana

  19. Deixar dias sem programação são essenciais!!! Já precisei várias vezes deixar um dia livre por vários motivos. Feliz dia das mães!!!!

  20. Rosângela disse:

    Muitas dicas se de acordo com as minhas. A dica de ter um dia sobressalente eu não dei, mas acho bem válida também. Feliz Dia das Mães!

  21. Adorei!!!! Isso aí… Relaxe e aproveite!!! Cada viagem é única e devemos viver com alegria!!!

  22. Renata Ungier disse:

    Ouvir os instintos é uma dica excelente! Adorei! Beijo!

  23. patipapp disse:

    Muito legal! Me identifiquei com as dicas!

    beijos

    Pati

  24. Adorei a dica dos livros, vou comprar!

  25. Adorei a dica dos livros! A da máquina nós adotamos aqui já há algum tempo. Adorei! Beijos e feliz dia das mães!

  26. Kelly Resende disse:

    Gostei muito do seu post e das dicas. O instinto de mãe realmente é fundamental, nós conhecemos nossos filhos e sabemos quando alguma coisa não vai dar certo.
    Parabéns pelo post. Abraços e feliz dia das mães!

  27. Debora Godoy Segnini disse:

    Ainda bem que nós mães temos quase sempre os mesmos sentimentos….. Ouvir nossos instintos e deixarmos nossos pequenos participar é uma experiência muito bacana mesmo! Feliz Dia das Mães. Um bj

  28. Adorei a dica dos livros, não conhecia. Realmente a máquina fotográfica funciona bem!

    Adorei o post…

    Bjo!

  29. Adorei suas dicas! Bem parecidas com as minhas. 😉 Estou achando que o Francisco e o Biel iam se dar muito bem! Francisco também tem NY no topo da lista de desejos! Feliz Dia das Mães!!!

    • Carol Miranda disse:

      Então vamos marcar para eles se conhecerem, o Biel adora fazer amigos, ainda mais se souber que o amigo também quer ir para NY. Feliz dia das mães para você também. Bjs

  30. A melhor dica é Relaxe e aproveite a viagem. Temos de relaxar mais mesmo, nas viagens e na vida!

  31. Susana Spotti disse:

    Também concordo que os horários não podem ser rígidos. Tudo ao seu tempo e num ritmo legal para todos.

  32. silviamedina disse:

    adorei o post! Nao vejo a hora do meu ficar desse tamanho e participar mais 🙂

  33. Ouvir os instintos é tudo <3

  34. Aline Pires disse:

    Carol, passamos por algo parecido na nossa primeira viagem a Disney (Lele tinha 1 ano), fomos no verão e era um calor danado e quando entravámos nos brinquedos aquele ar condicionado congelante.. no terceiro dia de viagem a Lele ficou sem voz, chorava e nem tinha som do choro.. desesperador e como tínhamos folga no roteiro fizemos passeios ao ar livre e e sem o ar condicionado forte, no final do dia ela foi voltando a ter voz e seguimos com a programação e comemoramos o niver de 5 anos do Roger. Feliz dia das Mães adiantado e muitas viagens

  35. Achei ótimas as dicas! Agora, pouca gente pensa em ter um dia livre por conta de imprevistos!!! Mandou muito bem! Vou tentar assimilar isso no nosso jeito “rapidinho” de viajar”

    • Carol Miranda disse:

      Liliane, em tantas viagens já tive que mudar o roteiro por causa do tempo ou de imprevistos, que ando deixando um dia com a programação super light para poder alterar. Bjs

  36. Achei ótima a dica dos livros! Não posso ir à uma livraria que procuro algo desse gênero para as meninas!

  37. Carol,

    Nós somos mães viajantes muito parecidas!!! Adorei suas dicas e super concordo: Instinto de mãe nunca falha!!!
    Beija e Feliz Dia das Mães!!!!