O tour de 1 dia pela Bolívia parte de San Pedro do Atacama às 7:00 e retorna por volta das 18 horas. Nosso destino seria a Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa.  Lá visitaríamos as Lagunas Blanca, Verde e Colorada, o Deserto de Salvador Dali, as Termas de Polques e o Sol de Mañana Geysers.

Se você ainda não leu nosso post Laguna Colorada: Passeio de 1 dia na Bolívia, recomendamos que faça primeiro a leitura dele para só então ler este. Estes posts se completam. No outro post nós contamos como contratamos o passeio, como foi o controle de imigração no Chile e na Bolívia, como são o Deserto de Salvador Dali e a belíssima Laguna Colorada. 

Termas de Polques

As Águas Termais de Polques, são águas que emergem do subsolo rochoso e atingem uma temperatura entre 30 e 35ºC. Dizem que em virtude das águas serem ricas em minerais elas fazem bem para a saúde e aliviam os efeitos da artrite e do reumatismo, além de ter efeito relaxante. Muitas pessoas vão até lá super ansiosos por banharem-se nas termas. 

Termas de Polques

O guia nos deu 40 minutos para curtir o local. Como estava muito frio, não quisemos entrar nas piscinas termais. Estávamos encantados com a beleza da região e resolvemos ficar caminhando e apreciando as belezas do lugar. 

Mas se você quiser é possível nadar nas termas. Terá apenas que pagar uma taxa pra usar o banheiro. Caso você seja mais corajoso do que nós, entre na piscina e nos conte como foi sua experiência. 

Termas de Polques

Em seguida continuamos nosso trajeto que teria a Laguna Colorada como destino final. Ao longo do percurso fomos contemplando as belas paisagens.

Termas de Polques, Sol de Mañana Geysers e Lagunas da Bolívia

Termas de Polques, Sol de Mañana Geysers e Lagunas da Bolívia

Sol de Mañana Geysers

Este foi o lugar com altitude mais elevada que estivemos durante nossa viagem para o Atacama. Os Geysers estão 5.000 metros acima do nível do mar. Então é recomendado que se faça movimentos leves, para evitar os efeitos do mal da altitude. 

Você sabe o que é um geyser? É uma nascente termal que entra em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor no ar. É um campo geotérmico. O Geyser tem extensão de aproximadamente 1 km².

Sol de Mañana Geysers

No local você poderá ver bem de perto várias crateras dos mais variados tamanhos, cheias de água e lama. Muitas delas liberavam vapor e gases com odor um pouco desagradável, mas nada que não desse para suportar. 

Você pode caminhar pelo local, mas não é recomendado aproximar-se muito das crateras, pois o local não é demarcado, mostrando até onde você pode chegar. Bem diferente do que ocorre com o Geyser El Tatio no Chile, cujo local é todo demarcado e nos passa maior segurança. Os dois lugares possuem belezas diferentes, mas complementares. 

Geyser Bolívia

O melhor horário para ver a atividade dos geyser é bem cedo, antes do nascer do sol. Fizemos isso no Chile. Mas aqui na Bolívia só conseguimos chegar lá por volta das 12 horas. Mas apreciamos bastante as belezas do local, que também é bem mais vazio que o El Tatio. 

Sol de Mañana Geysers

Gostamos muito de conhecer o Geyser. Ficamos lá por aproximadamente 30 minutos e continuamos nosso passeio. Mesmo o sol estando bem forte, fazia frio e ventava muito. Então não se esqueça de levar óculos escuro e casaco. 

Apreciais os animais da região

Na Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa vivem mais de 3.100 vicunhas. Então durante vários momentos do passeio é possível vê-las bem de perto.

Vicunhas

Eu Sofri com o Mal da Altitude… 

Dá para acreditar que por volta da hora do almoço eu comecei a ficar com uma dorzinha de cabeça. Tomei um remédio e achei que melhoraria… Pura ilusão! Já tinha lido várias matérias sobre o “mal da altitude” e como evitá-lo, segui a risca as instruções. Almocei mas não comi muito. Depois do almoço fomos até a Laguna Colorada.

Como não estava me sentindo muito bem, caminhei lentamente, não quis subir até o mirante. Fiquei somente na parte de baixo, me deslumbrando com a beleza e magnitude da Laguna, que considero um dos lugares mais lindos que já visitei. 

Assim que entramos no carro com destino a Laguna Verde comecei a passar muito mal, muito mesmo. Sentia muita dor de cabeça e estômago embrulhado. O guia me deu um remédio. Em poucos minutos comecei a vomitar. Vomitei muitas e muitas vezes. Daí pra frente fiquei “apagada”. Dormi todo o trajeto de volta e só acordava para vomitar. Só me levantei novamente na fronteira, no final do passeio. 

Infelizmente, devido ao meu mal-estar não pudemos conhecer as Lagunas Verde e Blanca. Ficamos tão tristes… Mas foi a melhor decisão, pois não tinha condições de me levantar. 

Ao chegarmos no Chile foi o Miranda quem começou a passar mal. Teve uma crise de enxaqueca que nos fez passar o resto do dia no Hostal. 

Esse mal estar todo que sentimos quase nos fez cancelar nosso passeio do dia seguinte. Seria nosso último dia no Atacama e iríamos ao Geyser El Tatio. Como a altitude desse passeio era de 4.320 metros, ficamos com medo de acontecer tudo novamente. Fui até a agência e falei que gostaria de trocar o passeio. Contei o motivo e fui aconselhada a não fazer isso, pelo fato das estradas do Chile serem bem melhores que as da Bolívia.

O guia me disse que muitas pessoas sentem-se mal na Bolívia pois além da altitude ser maior, as estradas cheias de cascalho fazem o carro balançar o tempo todo. Com essa conversa, não cancelamos o passeio. Decisão acertiva, pois não nos sentimos mal e AMAMOS conhecer o Geyser El Tatio. 

Por isso, as fotos das Lagunas Verde e Blanca são de nossos amigos Fábio e Mônica do Blog Leve Sem Destino que estiveram por lá poucos dias antes de nossa viagem e nos cederam estas fotos. Eles fizeram o passeio completo do Salar de Uyuni. Leia aqui o post deles contando suas aventuras: Travessia de Salar de Uyuni.

Laguna Verde

A Laguna Verde é mais um dos belos cartões postais desta região. A lagoa tem uma superfície de 17 km² e tem a presença do imponente vulcão Licancabur. Sua coloração é resultado do alto teor de arsênico e cobre presentes na região. Ela está a 4.300 metros acima do nível do mar. 

Laguna Verde

Foto do Blog Leve Sem Destino

Laguna Verde

Foto do Blog Leve Sem Destino

Laguna Blanca

A Laguna Blanca está a aproximadamente 4.350 metros acima do nível do mar. Possuí uma área de 10,9 km². Tem como característica principal a cor de sua água que é branca. Isso ocorre devido a grande quantidade de minerais presentes nela. 

Laguna Blanca

Foto do Blog Leve Sem Destino

Laguna Colorada

Não deixe de ler nosso post sobre a Laguna Colorada, um dos lugares mais bonitos que visitamos. Lá tem todas as informações de como contratar o tour, quanto custou, o que levar, como estava a temperatura, como nos vestimos e muito mais. 

Laguna Colorada

Nós ficamos encantados com a beleza das Lagunas, do Geyser e das Termas de Polques. A Reserva Nacional da Bolívia é um lugar de belezas extraordinárias, mas achamos esse passeio muito cansativo. Você já fez esse passeio? O que achou? Divide conosco, vamos adorar saber. 

Não se Esqueça do Seguro Viagem 

O Chile não exige a apresentação de seguro de viagem para entrada no país. Mas é super recomendável que tenha um, pois imprevistos acontecem. Durante nossa viagem tivemos contato com duas pessoas que se machucaram no passeio do Vale da Lua. Uma delas quebrou o pé e a outra torceu o tornozelo. 

Para viajar com tranquilidade é recomendável fazer um seguro viagem. Nós recomendamos o Seguros Promo. Faça sua cotação pelo banner abaixo e garanta 5% de desconto! Basta digitar o código VAMOSPORAI5.

Seguro Viagem

Ah, o Seguros Promo funciona como o Rentcars. Ele é um site de comparação de preços e venda de seguros. Assim você terá o preço de diversas seguradoras. Se quiser saber mais sobre o seguro viagem, leia o post Como contratar um seguro viagem.

Leia Também:

Como organizar uma viagem para o exterior

Como economizar em uma viagem para o Atacama

Como chegar ao Deserto do Atacama

Roteiro a pé em Santiago

Roteiro no Chile

Vinícola Concha Y Toro por conta própria

O que fazer em Santa Cruz de La Sierra na Bolívia

Gostou da Dica? Então acesse o Facebook e curta nossa página!

Booking.com

Se gostou deste Post ou de outros e vai Viajar, reserve seu hotel pelo Booking ou compre seu seguro viagem pelos Seguros Promo, pois você não paga nada a mais e ainda ajuda nosso site a continuar dando boas dicas de viagens!

9 COMENTÁRIOS

  1. Ai, eu leio esses relatos da travessia e bate uma nostalgia enooorme!
    Que saudade de toda essa experiência!

    Poxa Carol, que pena que você não conseguiu curtir tudo… :/
    Se já era chato sentir as dores de cabeça, quem dirá todos esse sintomas que você teve.

    Mas o importante é que deu pra curtir o Chile e parte da travessia.

    Beijão!

  2. Adoro esta paisagem da Bolívia. É uma das minhas viagens de sonho que tenho que cumprir. Adorei as fotos e o relato da viagem. Entendo te perfeitamente quando te sentiste mal pela altitude, ei já passei pelo mesmo eheheh. Abraços

  3. Puxa! Um passeio tão bacana, pena que passou mal!
    Estou planejando ir ao Atacama em breve e fazer a excursão ao Salar do Uyuni que também passa por estes belos lugares!

  4. Que delícia, né? Fiz a Travessia completa pelo Salar de Uyuni, na Bolívia, começando pelo Atacama também. Esses lugares lindos que você visitou é também o primeiro dia de quem vai continuar na Reserva! Uma das coisas mais lindas que eu já vi, sem dúvidas!

E aí Gostou, Não Gostou? Deixe Seu Comentário: